Conferência Geral poderá ter discursos em outros idiomas que não o inglês

Voto de apoio durante a Conferência geral. Imagem: Deseret News.

Voto de apoio durante a Conferência geral. Imagem: Deseret News.

Na próxima Conferência Geral, que acontecerá no mês de outubro, autoridades gerais cuja língua materna não seja o inglês, poderão escolher discursas em seus próprios idiomas. Na ocasião, segundo o porta-voz da Igreja sud, Dale Jones, legendas em inglês serão exibidas nos telões do Centro de Conferências, em Salt Lake City.

Além dos membros do Quórum dos Setenta que são falantes nativos de outras línguas  – incluindo os brasileiros Cláudio Costa, Carlos Godoy, e Marcos Aidukaitis – , há também o élder Dieter F. Uchtdorf, membro da primeira presidência, falante nativo do alemão.

A notícia foi publicada hoje pelo jornal Salt Lake Tribune.

7 comentários sobre “Conferência Geral poderá ter discursos em outros idiomas que não o inglês

  1. Perfeito. Assim como os que vem de fora não sentem a necessidade de traduzir seus discursos, contando com intérpretes, creio ser justo ouvirmos os de nossas língua falando para nós e sendo traduzidos para os demais.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.