Alguns Mórmons Veem Mensagem na Trombeta Caída do Anjo Morôni

Em 18 de março de 2020, às 7:09 da manhã, moradores de Salt Lake City e condados vizinhos do norte de Utah acordaram com um terremoto de magnitude 5,7 que atingiu 16 km além da cidade. Felizmente, parece não ter havido perda de vidas, embora danos materiais ocorreram em toda a área. O icônico Templo de Salt Lake City d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias teve somente pequenos danos. O anjo de mais de três metros e meio, na torre mais alta do prédio, foi sacudido a tal ponto que a trombeta posicionada em seus lábios deslocou-se e despencou para a base da torre. Coincidentemente, o templo havia sido fechado em 29 de dezembro de 2019, para reforma e atualização sísmica.

terremoto, anjo Morôni, profecia

Morôni sem a trombeta. | Imagem: Beneathtimp, Wikimedia Commons

Um porta-voz da Igreja SUD observou: “Este evento enfatiza por que este projeto é tão necessário para preservar este edifício histórico e criar um ambiente mais seguro a todos os nossos frequentadores e visitantes.” Membros individuais da Igreja, no entanto, procuraram um significado profético maior do que o oferecido na declaração sobre a segurança do edifício. 

Conhecer a história do templo e seu icônico anjo explicará melhor por que a estátua danificada pode gerar um senso de providência divina. O Templo de Salt Lake é um dos mais de 150 templos, mas é onde os líderes da Igreja — apóstolos e profetas— reúnem-se semanalmente e oram.

Brigham Young viu o edifício em uma visão pouco depois de os pioneiros chegarem ao Vale do Lago Salgado. Ele acreditava que este templo cumpriria um versículo em Isaías que “nos últimos dias, a montanha da casa do Senhor deve ser estabelecida no topo das montanhas, e será exaltada acima das colinas; e todas as nações irão a ela”. A construção começou em 1853. Em 1892, o Anjo Morôni foi colocado em sua torre e um ano depois o edifício foi dedicado.

Um anjo tinha sido colocado na veleta do Templo de Nauvoo na década de 1840, mas esta foi a primeira vez que a figura icônica do anjo  Morôni com a trombeta foi usada. Anjos semelhantes apareceriam mais tarde em quase todos os templos da igreja em todo o mundo. A figura recorda a aparição do anjo Morôni ao adolescente Joseph Smith, o fundador da tradição dos Santos dos Últimos Dias, nos anos 1820 em Nova York. O anjo dirigiu Smith aonde estavam as Placas de Ouro que se tornariam o Livro de Mórmon.

Antes de sua morte no século 5, Morôni, um proto-índio americano, havia depositado esses registros perto da casa de Smith. (Na tradição dos Santos dos Últimos Dias, anjos são humanos falecidos — não tão distintos da compreensão católica romana dos santos.) Santos dos Últimos Dias associam essa aparição de Morôni a um verso da visão de João, o Revelator, de “outro anjo voando no meio do céu, tendo o evangelho eterno para pregar a eles que habitam na terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo”. Morôni serve tanto como símbolo da herança dos Santos dos Últimos Dias, como da responsabilidade dos Santos de pregar o evangelho nos últimos dias.

Quando a notícia de que a trombeta de Morôni tinha sido tirada de suas mãos, houve uma resposta previsivelmente variada entre Santos dos Últimos Dias e outros que procuraram um significado no momento. Alguns críticos religiosos da Igreja de Jesus Cristo sugeriram que os Santos dos Últimos Dias deveriam considerar-se divinamente repreendidos. Outros se basearam em um item obscuro do folclore (tanto quanto sobre o que Santos dos Últimos Dias acreditam como um exemplo do que eles realmente acreditam) segundo o qual a estátua seria animada e tocaria a trombeta na Segunda Vinda. Esta profecia agora tinha sido provada falsa, eles alegaram.

Provavelmente a resposta mais comum à notícia foram sugestões humorísticas de que o estado republicano de Utah tinha sido divinamente cobrado para desistir de seu apoio ao presidente Trump e ao Partido Republicano. Brandon Dew tuitou: “Até Morôni está cansado de Trump.” [Trocadilho com a palavra “trombeta” e o sobrenome do atual presidente norte-americano.]

Alguns disseram ser “a queda de microfone definitiva“, enquanto outros postaram imagens de Morôni com o braço ainda erguido ao lado do personagem de Judd Nelson de O Clube dos Cinco empurrando seu punho no ar, ou Dwayne “The Rock” Johnson em seu personagem alado de O Fada do Dente.

Uma resposta mais séria veio dos entusiastas da profecia mórmon, que procuravam significados proféticos e mesmo apocalípticos na trombeta caída. Um meme popular incluía uma imagem de Morôni sem a trombeta e uma passagem tirada do profeta hebreu Amós intercalada com comentários:

“Que no dia em que visitarei as transgressões de Israel sobre ele, também visitarei os altares de Beth-el: [Bet-é Casa] [el-é Deus] e os chifres [trombetas] do altar serão cortados, e cairão no chão. *Quando a trombeta caiu de Morôni no templo de salt sake hoje” (sic).

Embora soasse razoável a muitos, no dia seguinte, vários Santos dos Últimos Dias estudiosos de hebraico criticaram a leitura defeituosa da passagem e apontaram que os chifres se referiam à forma literal de um altar hebraico, não a um instrumento musical.

Outra interpretação popular entre os Santos dos Últimos Dias em busca de uma explicação profética foi que a trombeta desaparecida é um sinal de que a igreja vai parar sua divulgação missionária. Uma das revelações de Joseph Smith declarou:

Eis que vos enviei para testificar e advertir o povo, e todo aquele que for advertido deverá advertir seu próximo. (…) E depois de vosso testemunho vêm ira e indignação sobre o povo. (D&C 88:81;88) 

Como resultado, Santos dos Últimos Dias buscaram por um momento em que seus missionários seriam “chamados de volta ao lar”, após o qual haveria um aumento de desastres naturais e doenças culminando com a Segunda Vinda. Dois dias depois, o COVID-19 trouxe o que alguns já começaram a ver como o cumprimento dessa profecia com o anúncio da Igreja de que “Nas próximas semanas, com base nas condições mundiais, um número substancial de missionários provavelmente precisará regressar a seus países de origem para continuar seu serviço”.

Rod Meldrum, autor de Prophecies and Promises: The Book of Mormon and the United States of America (Profecias e Promessas: O Livro de Mórmon e os Estados Unidos da América), está particularmente certo dessa conexão. Em 20 de março, ele é citado como dizendo:

“E assim começa. Primeiro a trombeta de Morôni é removida do templo de SLC, anunciando o fim da pregação do evangelho ao mundo e o início das aflições. Dois dias depois, isso…”.

O norte de Utah vem se preparando para um grande terremoto há algum tempo. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem feito um extenso trabalho nos edifícios ao redor do Templo de Salt Lake, uma área conhecida como Praça do Templo. Isso inclui o histórico Tabernáculo e o Salão da Assembleia. Um comunicado oficial observou que o terremoto não causou danos estruturais ao templo ou outros edifícios ao redor.


Christopher James Blythe Christopher James Blythe é pesquisador associado do Instituto Neal A. Maxwell de Pesquisa Religiosa na Universidade Brigham Young, co-editor do Journal of Mormon History e co-presidente da Sociedade Folclórica de Utah. Atualmente é co-autor de um livro sobre Santos dos Últimos Dias contemporâneos juntamente com Philip Barlow e Jan Shipps. Seu livro Terrible Revolution: Latter-day Saints and the American Apocalypse será lançado este ano pela Oxford University Press.

Artigo originalmente publicado aqui. Reproduzido sob permissão do autor.

5 comentários sobre “Alguns Mórmons Veem Mensagem na Trombeta Caída do Anjo Morôni

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.