Autoridades Gerais São Pagas, Admite Igreja SUD

Após a publicação de contracheques de um Apóstolo e de um memorando sobre as finanças de suas Autoridades Gerais, a Igreja Mórmon confirmou publicamente sua prática de dar “ajudas de custos” a seus líderes mundiais.

Primeira presidência sud

A foto de capa comum aos perfis dos membros da Primeira Presidência no Facebook

O site Mormon Leaks publicou ontem os documentos confidenciais d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Aumento salarial

O site publicou um memorando interno, de janeiro de 2014, escrito por Gary B. Porter, secretário do Bispado Presidente, para Bruce D. Porter, do Primeiro Quórum dos Setenta (falecido recentemente). O documento afirma que a “ajuda de custo” das Autoridades Gerais aumentaria de USD 116 400 para USD 120 mil por ano, ou USD 12 mil por mês (R$ 383.340,00  por ano ao câmbio de hoje, desconsiderada a inflação, ou R$ 31.945,00 por mês). O memorando ainda relembra que detalhes sobre benefícios médicos e outras ajudas de custos (como, por exemplo, transporte, moradia, etc.) haviam sido tratadas em correspondência anterior.

Contracheques

Foram também publicadas cópias de contracheques quinzenais do Apóstolo Henry B. Eyring (e atual membro da Primeira Presidência), do ano de 2000. De acordo com os documentos, o então membro do Quórum dos Doze recebeu USD 83.132,75 do início daquele ano até a primeira semana de dezembro. Dois outros pagamentos de USD 3.096,15 brutos cada, os ganhos anuais do Apóstolo somariam USD 89.325,05 em 2000 (R$ 284.473,49 ao câmbio de hoje, desconsiderada a inflação).

Os valores podem até parecer modestos para norte-americanos com a formação acadêmica de Henry B. Eyring. Há que se considerar, no entanto, os diversos benefícios oferecidos pela Igreja (veja aqui, por ex., benefícios oferecidos a Presidentes de Missão) e, especialmente, as diferentes fontes de renda das Autoridades Gerais, que não constam na “ajuda de custo” vazada esta semana.

Apóstolos recebem remunerações por servir em Conselhos Diretores das inúmeras empresas com fins lucrativos de propriedade da Igreja (veja aqui exemplos de algumas empresas). Tais posições, especula-se, devem garantir rendimentos bem maiores, compatíveis com a realidade corporativa.

As atividades da Igreja no Canadá podem oferecer um interessante parâmetro. Em 2009, a Igreja SUD declarou ao governo canadense ter 184 funcionários de tempo integral, cujos salários médios eram de CAD 83 mil anuais [lembrando que um dólar canadense CAD costuma converter para em torno de 80 centavos do dólar americano USD, em média], sendo dois deles entre CAD 80 e 120 mil, seis deles entre CAD 120 e 160 mil, e dois deles entre CAD 160 e 200 mil. Considerando tais salários muito acima da média nacional (CAD 50 mil para administradores), além da “ajuda de custos” generosa, estas remunerações podem girar entre USD 300 e 800 mil ao ano, talvez muito mais nos escalões mais altos (i.e., Primeira Presidência). [1][2][3][4]

apóstolo sud contracheque

Contracheque de Henry Eyring (25/11 – 02/12/2000). Número da previdência apagado. Fonte: Mormon Leaks

Os contracheques do Apóstolo Henry B. Eyring discriminam três itens:

  • abono familiar;
  • ajuda de custo;
  • auxílio-moradia.

De acordo com seu perfil no site oficial da Igreja, Élder Eyring e sua esposa têm seis filhos. O abono familiar de USD 76,92 provavelmente é relativo a algum filho menor à época.

VM finanças (1)

Admissão pública

O porta-voz da Igreja SUD Eric Hawkins indiretamente admitiu a autenticidade dos documentos vazados, ao defender pagamentos às Autoridades Gerais. De acordo com a reportagem do jornal The Salt Lake Tribune, Hawkins afirmou:

“As autoridades gerais deixam suas carreiras quando são chamados ao serviço religioso em tempo integral”, disse Hawkins em comunicado. “Quando fazem isso, eles concentram todo o seu tempo em servir a igreja e recebem uma ajuda de custo. A ajuda de custo é uniforme para todas as autoridades gerais [incluindo a Primeira Presidência, o Quórum dos Doze Apóstolos, o Primeiro e o Segundo Quóruns dos Setenta e Bispado Presidente].”

A afirmação do porta-voz da Igreja, publicada ontem, provavelmente constitui a primeira admissão pública oficial, em anos recentes, de que as Autoridades Gerais são remuneradas. Hawkins ainda disse, segundo o jornal, que o pagamento da “ajuda de custo” não vem “do dízimo dos membros da igreja, mas, em vez disso, do rendimento dos investimentos financeiros da igreja”.

A Igreja, desde a década de 1950, não divulga nenhum dado financeiro. A estimativa é de que sua renda de dízimos e ofertas seja de USD 7 bilhões anuais. Como outras organizações religiosas nos EUA, a Igreja SUD tem isenções de impostos em relação ao seu patrimônio imobiliário e doações. A Igreja SUD é considerada a segunda igreja mais rica do mundo, com ativos estimados em mais de USD 30 bilhões.


NOTA

O site Mormon Leaks foi lançado sob o nome “Mormon WikiLeaks”. Seu nome foi recentemente alterado para Mormon Leaks a pedido da organização WikiLeaks. Mormon Leaks possui uma conta no Twitter e uma página no Facebook.

LEIA TAMBÉM

Como o patrimônio multimilionário de Thomas Monson exemplifica os benefícios e salários pagos pela Igreja SUD às suas Autoridades Gerais

59 comentários sobre “Autoridades Gerais São Pagas, Admite Igreja SUD

  1. Tenho pena daqueles que pagam dízimo,mesmo não fechando suas contas,pagam pra não passar vergonha de serem cobrados.enquanto isso quem não precisa , tem por fora 3 ajuda de custo!Ai é fácil!

    • E ainda tem quem defenda esses homens, conheci muitos que pagam o dízimo e no mesmo mês pedem a igreja, a mesma hipocrisia de todas as outras.

    • Recentemente presenciei membros que dão uma fortuna de dizimo mas não deram 1 real pra um necessitado que tava pedindo esmola.

  2. O problema não são os líderes receberem ajuda de custo, mas sim a falsa pregação que perdurou durante décadas. Sempre ouvimos discursos e mais discurso pedindo sacrifício, desapego aos bens materiais, total dedicação ao evangelho. A igreja trabalha às escuras, escondendo dos membros assuntos desnecessários. Todo lidere eclesiástico de outras denominações recebem salário para pregar o evangelho. Nao há oroblema nisso. Asumem sem vergonha nenhuma. A igreja quer ensinar os membros a seres diferentes. Qual o problema se um bispo ou presidente dd estaca recebesse uma ajuda dd custo pelo tempo dedicado ao evangelho? Sabemos o quanto nossos bispos trabalham para o crescimento do reino d nao recebem nada. Bem, eu acho que nao recebem. Eles ficam 24 horas disponíveis para a igreja e ainda tem que dar conta da família, do emprego. Muitas reuniões. Gastos com gasolina, passagens dd onibus, roupas e as vezes ainda sao criticados. A igreja deveria ter um portal da transparencia, assim poderíamos saber para onde realmente vão nossas doações (dízimos e ofertas). Com certeza existem outros temas polémicos que a igreja esconde. Só que agora nós temos as redes sociais. Temos a internet. NÃO EISTE ADA OCULTO QUENAO SEJA REVELADO.

    • Que bom que esse site mórmon leaks agora existe, ( para desgraça de muitos que chamam de site de fofocas) será uma grande pedra no sapato deles, se tudo que o site revelar eles no outro dia forem se justificar já tá de bom tamanho. Quero ver a quantidade de lixo saindo de debaixo desse tapete.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.