Entrevista com Maurício Berger e Seguidores

“Não estou afirmando nada”, diz Maurício Berger quando questionado se considera ser a reencarnação de Joseph Smith, doutrina que vinha sendo sendo pregada abertamente por muitos de seus seguidores meses antes da entrevista.

O gaúcho Mauricio Berger diz haver traduzido a parte selada das Placas de Mórmon. Ele lidera hoje um novo movimento religioso restauracionista.

O Livro Selado de Mórmon, os anjos Rafael e Morôni, poligamia, reencarnação e a busca pela unificação de todos os santos dos últimos dias são alguns dos temas tratados nesta entrevista concedida por Maurício Berger e seus associados a Emanuel Santana. Em suas respostas, podemos ver o retrato de um jovem movimento religioso ainda em construção, com todas as suas inseguranças e convicções.

Para os membros do novo movimento, o ano de 1832 foi o início de uma apostasia no mormonismo, de acordo com sua interpretação de Doutrina e Convênios 84. Mesmo assim, Joseph Smith prosseguiu o trabalho da restauração. O fim da lei da consagração e a instituição do dízimo seriam evidências dessa apostasia. Segundo os bergeritas, todas as igrejas  da restauração possuem o sacerdócio menor.

Hoje, nem mesmo o sacramento é celebrado da forma correta por nenhum santo dos últimos dias, afirmam. Mauricio Berger para seus associados é um novo restaurador. Ele tem a missão de reorganizar a igreja na terra. Para o venezuelano José Chavez, que se apresenta como membro da igreja bickertonita da Pennsilvanya, Berger é um “Moisés” profetizado para os últimos dias.

Liderando o primeiro movimento mórmon surgido no Brasil a partir d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Maurício Berger afirma ter traduzido a “parte selada” do Livro de Mórmon. Sediado hoje no municipio de Palhoça, em Santa Catarina, o grupo de Berger ainda conta com “núcleos de estudo” em Portugal e nos estados norte-americanos de Utah e Missouri.

Um dos primeiros e principais apoiadores do vidente brasileiro foi Joseph Fredrick Smith, bisneto do Profeta Joseph Smith. O endereco de e-mail de Joseph Frederick Smith foi revelado a Berger, ele afirma, pelo anjo Morôni. Na entrevista, Maurício Berger explica que sua descendência manteve o bisneto do Profeta Mórmon “intacto”, livre de apostasia. Berger também fala por que sua associação com  Fredrick Smith chegou ao fim.

Valdeci Machado, uma das três testemunhas das placas sagradas, afirma na entrevista sobre seu contato pessoal com o mensageiro celestial Morôni. A certeza expressa nos testemunhos espirituais dos entrevistados por vezes contrasta com suas incertezas acerca de qual narrativa histórica adotar.

Perguntado sobre se Joseph Smith havia praticado o casamento plural, Maurício Berger responde: “Não cabe a nós tomarmos uma posição”. Ele não quer ofender membros da da Igreja SUD ou oriundos do movimento da Reorganização. Sugerindo que as evidências históricas não são claras o suficiente, ele afirma: “Cada um acredita no que quiser no momento.” O vidente brasileiro, porém, acrescenta: “Poligamia trouxe condenação aos santos”.

Todas as pessoas que aceitaram o Livro de Mórmon fazem parte da Igreja de Cristo, creem os bergeritas. O sonho de unificação de todos os ramos do mormonismo é expressa na identidade visual do Projeto Sião, capitaneado por Berger: desenhos dos templos de Kirtland e Salt Lake, além do moderno templo da Comunidade de Cristo em Independence. A tipografia em branco com o fundo preto parece remeter às plaquetas usadas por missionários SUD. Coincidentemente, em seu proselitismo, os membros do Projeto utilizam crachás com a terminologia “élder” e “sister”. Os missionários do projeto ainda distribuem alimentos a famílias carentes. O Projeto Sião tem diferentes chamados e sua estrutura pode ser modificada, explica o Patriarca do movimento, João Vendemiatti.

Convidando seus ouvintes à leitura do Livro Selado e a participacao de sua conferencia em Palhoça, Maurício Berger diz: “Pensem, não com a cabeça dos líderes da Igreja SUD”.

Escute aqui o áudio da entrevista de Maurício Berger e seguidores, concedida a Emanuel Santana:


A entrevista foi concedida a Emanuel Santana em 05 de setembro de 2019. Pedimos desculpas ao entrevistador e seus entevistados pela demora na publicação.

22 comentários sobre “Entrevista com Maurício Berger e Seguidores

  1. Seria interessante verificar com os entrevistados se ainda mantém o que foi dito. Cada dia esse movimento aparece com uma novdade.
    Obs; parece que agora já adotaram a reencarnação como doutrina do movimento e o Maurício como reencarnação de Joseph.

    • Parece mas não é verdade. O Projeto Sião nada fala sobre ou em reencarnação. E, tb nunca afirmou que Maurício Berger é a “reencarnação” de Joseph Smith Jr.

      Talvez vc tenha facilitado pra sua mente ao misturar teses de Kardec com o que realmente foi pouco, muito pouco, explicado sobre o Círculo Eterno.

      Bem, creio que todas as palavras dos entrevistados não mudaram até às 19h de hoje, pois eles mesmo disseram a mim que ouviram/leram a entrevista.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.