Gerontocracia?

Eu vi uma excelente tabela, por um entusiasta em estatísticas, que calcula a média da idade de todos os membros da Primeira Presidência e do Quorum do Doze Apóstolos (i.e., os 15 líderes da Igreja):

Eixo Horizontal: Ano, de 1835 a 2009
Eixo Vertical: Idade
Linha Azul: Idade média dos 15 Apóstolos (PP + Q12)
Linha Laranja: Idade do líder mais velho
Linha Verde: Idade do líder mais novo
Linha Preta Quebrada: Idade do Presidente da Igreja
Barras Brancas e Cinzas alternantes: representam cada administração de um Presidente de Igreja (nomes em cima ou abaixo).

O que essa tabela nos demonstra?

Acima de tudo, ela nos demonstra que, cada vez mais, a Igreja vem sido liderada por homens cada vez mais velhos.

Isso, sem dúvida, tem suas vantagens. Com o passar do tempo e da idade, ideias e ideais mais radicais e menos conciliadores tendem a se dissipar e dar lugar para posições mais ponderadas e tolerantes. Extremismos de homens como Joseph Fielding Smith e Ezra Taft Benson causaram muita ansiedade quando estes assumiram a presidência da Igreja, mas até chegarem nessa posição, muito do radicalismo já se havia dissipado e suas administrações não demonstraram a virulência de suas juventudes. [2][3]

Por outro lado, há certamente desvantagens. Um grupo de homens idosos tem mais dificuldades para entender problemas de jovens, às vezes 3 ou 4 gerações atrás deles. Não há como discutir que os problemas de hoje, e os contextos sociais, econômicos, ou culturais são completamente diferentes de quando Thomas Monson tinha 20 ou 30 anos na década imediatamente após a Segunda Guerra Mundial.

Uma outra questão é a capacidade de produção administrativa: quando David McKay morreu, alguns Apóstolos não queriam ordenar Joseph Fielding Smith como Presidente da Igreja por ser velho demais, especialmente porque McKay teria estado tão debilitado durante os últimos anos de seu presidência que fora necessário convocar 3 Conselheiros extras, inchando a Primeira Presidência para 6 membros. Semelhantemente, Spencer Kimball e Ezra Benson sofreram debilidades mentais intensas nos seus últimos anos de vida, delegando a seus Conselheiros a tarefa de liderar a Igreja de fato. [4][5]

A idade avançada, por exemplo, explicaria umas posturas difíceis de se compreender em 2000 ou 2012, mas perfeitamente normais para 1930 ou 1940. Por exemplo, há alguns anos atrás Gordon Hinckley estabeleceu que mulheres SUD não podem ter mais de um par de brincos. Há algumas semanas atrás, Russell Nelson escarneceu teorias científicas já estabelecidas há quase um século. [6][7]

Que a Igreja é liderada por um grupo fechado de homens idosos é fato inegável. Que a idade média desse grupo vem aumentando com o passar do tempo, e que a preferência por indução de homens igualmente idosos é, face aos dados estatísticos, também inegável. Sem entrar no mérito de que são exclusivamente homens, e que são, no geral, do mesmo contexto sócio-cultural, a questão da preferência por uma “gerontocracia” certamente tem impacto em todo Igreja, e cultura, Mórmon.

O que vocês acham? A Igreja se serve bem de manter idosos nos cargos mais altos de liderança? Ou poderia se adaptar melhor às demandas do século XXI?

[1] Reproduzida com permissão, original aqui.
[2] Religion: Smooth Succession? Time, 14 Jan 1974.
[3] Quinn, Michael. The Mormon Hierarchy: Origins of Power. Signature Books, 1994, pp. 256-258.
[4] Quinn, Michael. The Mormon Hierarchy: Extensions of Power. Signature Books, 1997, pp. 55-58.
[5] Mormon President’s Health Raises Questions. Los Angeles Times, 31 Jul 1993.
[6] Hinckley, Gordon. Grande Será A Paz De Seus Filhos. Conferência Geral, Out 2000.
[7] Ver Mórmons Contra Ciência?

8 comentários sobre “Gerontocracia?

  1. Eu penso da seguinte forma, se o presidente, conselheiros, apóstolos são os escolhidos de Deus para liderar a Igreja então não necessariamente eles devem ter idade muito avançada para assumir tal chamado. Um belo exemplo disso é Nefi que era o mais novo dos 3 irmãos e Deus o escolheu (OBS: Não estou contando com os outros 2 filhos que Leí teve no deserto).

  2. “A Igreja se serve bem de manter idosos nos cargos mais altos de liderança?”

    Podemos escolher outra sistema? Dado a história de sucessão na presidência da Igreja, duvido que qualquer outra sistema puder ser adotado sem uma revelação do nível de uma declaração oficial como o da revelação sobre os negros e o sacerdócio. Como esse assunto não tem tanto impacto no dia-a-dia dos membros da Igreja, duvido que tal revelação seja recebida.

    É realmente algo que possa ter um impacto grande na Igreja, algo que me leva a pensar semelhante ao Rei de Portugal no filme Carlota Joaquina: “Se não soubermos que fazer, é melhor não fazermos nada!!”

    • Kent,

      Antigamente o chamado para Autoridade Geral era vitalício. Hoje, as Autoridades Gerais que não são Apóstolos se aposentam obrigatoriamente aos 70 anos, e isso não necessitou de uma Declaração Oficial. Em 1941, Apóstolo Richard Lyman, e em 1972 Apóstolo Hugh Brown propuseram justamente isso para os Apóstolos.

      Em 1970, os Apóstolos queriam bloquear a ordenação de Joseph Fielding Smith por ser “velho demais” para assumir a Presidência, sem qualquer revelação.

      Em 1987, Presidente da Igreja Ezra Benson sofreu um infarto cardíaco, o que gerou considerável preocupação entre os líderes por que o próximo na linha de sucessão, Presidente do Quórum dos Doze Marion Romney estava completamente senil e com sinais clínico de demência avançada. Alternativas foram consideradas, sem qualquer revelação.

      Em 1877, Daniel Wells (até então conselheiro na Primeira Presidência) fez um lobby entre os Apóstolos para nomear Joseph F. Smith (38 anos) como Presidente da Igreja ao invés de John Taylor, então Apóstolo Sênior. Em 1880, Orson Pratt juntou-se a Wells no lobby por um Presidente mais jovem. Em 1887, Heber Grant juntou-se ao mesmo lobby.

      Eu concordo com você que os membros da Igreja não podem fazer nada sobre isso, mas eu não acho que a liderança esteja assim tão amarrada como você imagina.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.