Mórmons Cometem Adultério?

Mórmons Cometem Adultério?

Ashley Madison

Esta nem é a pergunta mais interessante. Qualquer pessoa que já serviu num bispado, ou mesmo já frequentou a Igreja por alguns anos, sabe que Mórmons cometem adultério, como quaisquer outras pessoas.

A pergunta realmente interessante é se Mórmons cometem mais ou menos adultérios que pessoas de outras tradições religiosas.

Existe um site especializado em adultério. Ashley Madison é um site de relacionamentos exclusivamente para pessoas casadas que estão procurando começar um caso novo. Eles publicaram uma pesquisa de seus usuários sobre sua religiosidade e levantaram uma avaliação proporcional representativa da religiosidade dos seus clientes adúlteros:

1) Evangélicos: 25,1%

2) Católicos: 22,75%

3) Protestantes: 22,7%

4) Agnósticos: 2%

5) Mórmons: 1,6%

6) Muçulmanos: 1,5%

7) Judeus: 1,4%

8) Ateus: 1,4%

9) Testemunhas de Jeová: 0,5%

10) Hindu: 0,3%

Uma leitura desatenta induziria à comemoração e orgulho: Mórmons representam apenas 1,6% dos usuários do site para adúlteros Ashley Madison.

Contudo, uma comparação demográfica representativa da população norte-americana, onde foi realizada a pesquisa acima, situa melhor os resultados dentro de seu contexto social:

1) Evangélicos: 26,3%

2) Protestantes: 25%

3) Católicos: 23,9%

4) Agnósticos: 2,4%

5) Mórmons: 1,7%

6) Judeus: 1,7%

7) Ateus: 1,6%

8) Testemunhas de Jeová: 0,7%

8b) Budistas: 0,7%

9) Muçulmanos: 0,6%

10) Hindu: 0,4%

Em primeiro lugar, nota-se que a participação no site representa, de modo geral, a população em geral. Mórmons, Evangélicos, Protestantes, Católicos, Judeus, Testemunhas de Jeová, e Hindus participam do site de adultério nas mesmas proporções que existem dentro da população total. Em outras palavras, comparados entre si, cometem adultério na mesma proporção que os demais grupos religiosos.

Em segundo lugar, nota-se que as categorizas comumente vilificadas por religiosos por não o serem (i.e., agnósticos e ateus) apresentam participação consistente à suas proporções populacionais, similar aos grupos religiosos. Em outras palavras, adulterando não mais e não menos que os religiosos.

Em terceiro lugar, nota-se, entre os religiosos, uma discreta participação maior entre Muçulmanos e consideravelmente menor entre Budistas. Certamente esta pesquisa serve apenas como ilustração, e um estudo mais criterioso — e bem maior — seria necessário para oferecer respostas mais significantes, mas ela serve de excelente ponto de discussão e reflexão. E, com sorte, de motivação para a realização de estudos científicos explorando melhor o tema.

Por enquanto, parece que a nossa resposta provisória a pergunta acima seria: Sim, Mórmons cometem adultério, tanto quanto quaisquer outros grupos de fiéis ou infiéis, em seus devidos contextos sócio-culturais.

20 comentários sobre “Mórmons Cometem Adultério?

  1. Sim, cometem, pois vivi isso na pele. Não só uma, mas várias vezes. O problema não é o adultério, pois todos são humanos. O problema é a falta de punição correta. Mulheres sempre pagam, os homens são protegidos. Um dos motivos pelo quais me afastei.

    • Discordo de você, acho que homem sempre é mais punido pelo fato de ter o sacerdócio. Cada pessoa que passa por isso sempre se acha mais vitima, mas pelo que observo ha anos, sempre é o homem que perde mais.

  2. Com certeza Viviane, existe um tratamento diferente dos líderes com os homens que adulteram e a falta de apoio com as esposas que sofreram essa experiências. Tenho uma cunhada que sofreu essa experiência, hoje ela esta inativa em parte pela negligencia da liderança e o ex-marido adultero desfila alegremente nas reuniões da igreja com outra esposa, foi admitido com menos de um ano novamente na igreja sem dar nenhum apoio a ex-esposa que ficou com todo os problemas e os filhos. Se estivesse ativa ainda teria que encarar o cara nas reuniões com a outra esposa prestando testemunho fazendo discursos moralistas e trabalhar sob sua liderança. Ela é apenas um dos muitos exemplos que conheço.

    • Pois eu também conheço um caso assim. Ela se separou por maus tratos e ele, moralista hipócrita, não sofreu sanção nenhuma. Está casado e selado com outra em menos de um ano, ela afastada. Ele a procura, manda mensagens querendo voltar, ridicularizando a atual esposa, dizendo que não reconhece aquela mulher ao lado dele na cama e que se minha conhecida quiser, ele volta na hora. E desfila na Igreja como grande homem fiel. Nada lhe acontece. Ele não é adúltero? Pra mim é, e da pior forma. Mas homem pode. E os lideres fingem que não sabem. Fingem, porque sabem.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.