Spencer Kimball: Fraude Missionária

É possível para um missionário SUD fraudar sua missão?

Spencer W. Kimball, Presidente da Igreja (1973-1985) e Apóstolo (1943-1973), não tinha a menor dúvida de que sim. E ele deixou isso perfeitamente claro num famoso discurso há quase 50 anos atrás, que até hoje é leitura obrigatória para a maioria dos novos missionários.

Spencer Kimball

“Alguém pergunta: Há algum mal em me casar com uma moça mexicana se estou trabalhando no México? Não, não é um crime, mas é uma prova que algum missionário estava com estava com o coração aberto [para romance]. Ele o manteve aberto [para isso]. É errado casar-se com uma moça alemã se você serviu sua missão na Alemanha? Não, não há nenhum crime nisso, se você a conheceu de outra maneira. Mas se você a conheceu no campo missionário, eu lhe digo que isso não é certo! E você fraudou a sua missão.”

É interessante que Kimball, então um dos Apóstolos sêniors e prestes a assumir a presidência do quórum dos Doze, oferecia esse mandamento a missionários aqui na América do Sul, trazendo ainda maior significado para a audiência brasileira.

E você, o que acha? Estaria Kimball exagerando quando diz que missionários fraudam suas missiões quando namoram ou casam-se com alguém que conheceram enquanto missionários? Ou estaria ele sendo inspirado por Deus, sendo o profeta, vidente, revelador e Apóstolo ordenado que era?

∼¤∼

TRANQUEM SEUS CORAÇÕES
Apóstolo Spencer W. Kimball

Se houver problemas na missão que você possa trazer à luz para que eu possa ajudar o seu presidente e ajudá-lo, isso é o que eu gostaria. Se há situações que são difíceis, se há problemas que são desconhecidos – deixe-me dar-lhes um exemplo.

Em uma das missões encontrei uma situação ruim. Um ou dois missionários tinham ido quebrar as regras (como o presidente falou nesta manhã). Eles começaram a quebrar algumas regras, apenas – tudo que eles fizeram foi ir um pouco mais para uma determinada casa todo domingo à noite para jantar. O presidente não sabia nada sobre isso. Não era muito grave – deveriam estar em casa estudando – mas era uma coisa regular a cada semana. Depois de algum tempo estes missionários estavam trazendo os outros e logo eles estavam dançando na noite de domingo, alguns deles. E então eles estavam flertando um pouco e, em seguida, alguns deles iam jogar cartas lá todo domingo à noite. E então eles estavam dançando no escuro com algumas das meninas dos Santos locais!

A próxima coisa que soubemos é que houve uma excomunhão. Cheguei lá e as coisas foram reveladas. Descobrimos que havia apenas um menino que tinha realmente ido ao extremo e ele teve que ser excomungado; eram cerca de dezoito missionários nesta área que tinham seguido como ovelhas ao longo do precipício. Eles não tinham a intenção de fazer nada de errado, mas eles tinham apenas seguido a liderança. Eles tinham ido lá para as refeições, e eles tinham chegado a pequenos flertes – nada de mais, mas o fato é que havia dezoito missionários que sabiam que este rapaz tinha ido longe demais. Eles sabiam que ele aos beijos e carícias, mas nenhum deles jamais iria contar!

Quando entrevistei-os e conversei com eles, eu disse: “Por que você não disse ao presidente que as situações eram tão ruins?” Um deles disse: “Bem, isso não é da minha conta! Este élder pode fazer o que quiser! Se ele quiser destruir a sua missão, está tudo bem comigo, é o seu negócio, é sua missão! Se ele quiser arruinar sua vida, isso cabe a ele, é sua vida “!

E então eu disse a esses élderes: “Bem, o que dizer de sua missão? Não é esta a sua missão também? Você está disposto que uma pessoa vá fazer mais dano do que você pode reparar? Você está disposto a ter algum missionário anulando tudo o que você tem feito aqui? Você passou vinte meses aqui, Élder, e feito notavelmente bom trabalho. Você está disposto que um escândalo e um escândalo neste fim-de-mundo deveria neutralizar tudo o que você fez? Todos seus esforços? Isso é o que acontece! Você está disposto a fazer isso? ” Ele disse: “Bem, eu não tinha pensado nisso dessa forma.”

“Mas isso é o que aconteceu, não é, élderes? Esta é a sua missão! Esta é a sua Igreja! Um escândalo em uma comunidade é o suficiente para aniquilar o trabalho de todos vocês, talvez todo o trabalho que você faz, cumulativamente, por todos os seus dois anos neutralizados por um escândalo na comunidade! Você acha que você tem uma lealdade? Onde estão suas lealdades? Você é leal a si mesmo? Você é leal ao seu companheiro? Você está disposto a deixá-lo ir, e ir, e ir até que ele quebre o pescoço? “

Quando ele foi excomungado, foi um dia triste na missão porque ele era um bom rapaz e todos os missionários o amavam; e alguns deles estavam chorando naquele dia. Eu me lembro! Alguns deles estavam chorando lágrimas. Seu irmão estava sendo excomungado da Igreja e enviado para casa em desgraça!

E então eu disse a eles, “Élderes, vocês sabem quem excomungou aquele menino? Nem eu, nem o seu presidente, nem a corte de élderes. Foi você! Você excomungou seu irmão. Como? Bem, se você tivesse ido para este menino quando você o viu quebrando as regras da missão e dito: ‘Élder, não vamos fazer isso. Isso perturba todo o nosso programa. Perdemos espiritualidade, todos nós, quando coisas como esta acontecem!’ “Agora, suponha que ele não cedesse, e você dissesse para ele novamente, “‘Élder, você não deve fazer isso. Nós não podemos estar fazendo esses tipos de coisas.”

E, em seguida, suponha que você tinha ido uma terceira vez e dito: “Élder, eu sinto muito, mas se você não desistir eu vou ter que informar o presidente da missão, porque eu não deixar você destruir a si mesmo. Eu considero-lhe muito. Eu não vou deixar você destruir esta missão. Eu a considero muito. Eu não vou deixar você destruir meu trabalho. Eu trabalhei muito duro para vê-lo jogar tudo para o vento. Se você não desistir agora, eu vou contar ao presidente, e não como um caguete, mas para que ele possa proteger todo o programa “.

Você vê, não há nada feio nisso, não é? Essa é a forma como deve ser, porque a nossa lealdade é primeiro ao Senhor, à Igreja, à missão, ao mundo, não é?

Um outro incidente que está ligado a isso: Em uma missão dos Estados Unidos, um dia uma vizinha entrou na casa de um novo membro. A vizinha não era membro, mas ela veio e ela foi apenas entrando através da porta, você sabe, ela nem sempre batia. Então ela veio a esta casa um dia e viu sua amiga, a irmã Santos dos Últimos Dias, sentada em uma cadeira aqui e um élder a seus pés – isto irá chocá-los – aparando as unhas dos pés ou pintando as unhas dos pés ou algo assim.

Bem, agora, isso não é pecado imperdoável, mas era indiscreto, não foi? Mesmo que nada mais tenha acontecido, ele estava sentado no chão e não vestia a sua gravata e paletó; e aqui estava uma mulher parcialmente vestida, e ele estava pintando as unhas dos pés ou algo assim! De qualquer forma, essa cidade foi fechada, absolutamente fechada para o trabalho missionário por vinte anos! Você acha que os missionários poderiam entrar nessa cidade? Por que, é claro, eles não podiam! Porque há ainda a memória dessa indiscrição. Eles não tinha cometido pecado; pelo menos, eu tenho certeza de que ele nunca havia cometido uma imoralidade. Eu acho que não era mais do que uma indiscrição feia. Foi feio o suficiente, não foi? Foi o que resultou, está vendo?

É por isso que eu digo que essa missão pertence a você. Existem 150 de vocês, e essa missão pertence a todos vocês. Se alguma coisa acontecer com qualquer parte desta missão, ela leva um olho roxo. Isso torna tudo mais difícil para nós consigamos missionários. Isso torna tudo mais difícil de fazer qualquer coisa! E isso faz com que seja mais difícil para você entrar nas casas onde eles já ouviram coisas feias sobre a Igreja. É por isso que um élder nunca deve estar sozinho. Ele não pode ser um solitário. Ele tem que se encaixar no programa, não é? E cada um de vocês está interessado. Todo o mundo! E você não pode se dar ao luxo de deixar o seu companheiro ou alguém que você conhece fazer nada muito grave, porque tudo traz problemas para você e para todo o programa.

Bem, pense um pouco sobre isso porque algumas pessoas dizem: “Eu não vou ser um delator! Eu não estou indo para fofocar. Eu não vou estar dedurando as pessoas.” Não é nada disso. É um relato, assim como se você viu um par de ladrões entrando na casa de seu vizinho. Você diria: “Bem, eu não vou dedurar os ladrões. Eu não vou fazer nada sobre isso. Deixe-os ir. Cabe a eles. E aos meus vizinhos.” Não! Nós devemos nos envolver. Correríamos para o telefone, nós chamaríamos a polícia, em todos os casos, não?

Se nós víssemos alguém ser ferido, sendo morto – Em Nova York, há algum tempo atrás, uma menina foi esfaqueada e cortada em pedaços por um maníaco; e havia muitas pessoas que o viram e não fizeram nada! Ela gritou por socorro, gritou por socorro, dizendo: “Ele está me matando”, mas ninguém se moveu. Eles nem sequer chamar a polícia, chamaram, e lá ela caiu – finalmente morta no meio da rua. Ninguém queria envolver-se.

É hora de começar a se envolver quando o envolvimento é adequado. E quando qualquer missionário em qualquer missão começa a quebrar regras da missão, é hora de que todos os seus companheiros se envolvam. Isso não significa que eles assumam o comando. Isso não significa que eles devam tratá-los mal. Significa apenas que eles estão interessados e envolvidos. Há uma boa, caridosa maneira de fazê-lo. Digo-vos que não haveria muitas regras quebradas se um missionário apenas dissesse para o outro: “Irmão, não vamos fazer isso. Não vamos ficar lá e falar com essas meninas. Isso não é bom.”

E se nós o pararmos quando ele é jovem – quando está no começo, você pode pará-lo, mas quando ele fica profundamente enraizado, o pecado é terrivelmente difícil de escavar. E muitas vezes temos que enviar missionários para suas famílias em desgraça, com excomunhão freqüentemente, porque talvez seus companheiros não os amaram o suficiente. Talvez seus companheiros não foram úteis o suficiente para dizer: “Bem, agora, você está saindo fora da linha um pouco aqui. Não vamos fazer isso! Vamos nos ocupar com a obra e fazer isto, e isto, e isto.”

Este é um programa com o qual estamos todos preocupados. Estas regras da missão são muito importantes. Nós tivemos 137 anos de experiência. Agora, isso deveria ser suficiente experiência para provar algo, não deveria? Através de 137 anos chegamos à conclusão de que se duas pessoas vão ficar juntos, as chances de pecado ou sérios problemas são reduzidos cerca de 98%. De vez em quando dois companheiros azedam juntos, ao mesmo tempo, mas não é uma coisa habitual.

Se missionários, quando saem de Salt Lake City, da Casa da Missão [n.t., antigo C.T.M.), no dia em que são designados, eles deveriam apenas trancar seus corações! Se você tem uma menina lá dentro, está tudo bem; trancá-la aí dentro. Mas se você não tiver, tranque seu coração contra todas as outras garotas de todo tipo! Embora o mesmo se aplica para as mulheres jovens, eu estou falando principalmente para vocês, élderes. Você deve trancar o seu coração e deixar a chave em casa. E você nunca deve abri-lo aqui. É impossível se apaixonar por alguém, a menos que você abra seu coração. Seu coração é o único órgão que tem qualquer capacidade de se apaixonar; e quando um missionário diz, “Eu só me apaixonei por uma menina,” bem, isso é simplesmente tolice. Ninguém se apaixona, a menos que eles queiram, a menos que eles estejam tentando. Ninguém faz, ninguém nunca fez.

Então, nós apenas não nos apaixonamos, a menos que nós estamos brincando. Nós nunca vamos cair em uma cratera, a menos que estejamos em algum lugar perto da beirada. Eu fui até o Vesúvio e em um número de crateras e vulcões, e eu sei que você nunca cair em uma cratera, a menos que você esteja bem na beirada. E assim, é só manter os vossos corações trancados. Eu disse trancá-los em Salt Lake quando você sair da Casa da Missão, e não pensar nem mais um instante nisso. Mas se você olhar ao redor e disser: “Bem, ela é uma menina bem bonita. Ela certamente é uma coisinha doce. Ela é uma boa garota. Eu gostaria de falar com ela – eu apenas gostaria de visitá-la”. Bem, você está em apuros e o problema pode trazer-lhe uma vida de problemas, uma vida de arrependimentos se você continuar nesse caminho.

Então, eu posso impressionar isso de novo? Tranque seus corações e deixam a chave em casa! Onde quer que você viva, deixe a chave com seus pais. E o seu coração – Apenas essa parte que lida com as pessoas em geral que você deve abrir. Nós simplesmente não podemos tolerar isso, podemos? Não podemos, individualmente, não podemos totalmente.

Alguém pergunta: Há algum mal em me casar com uma moça mexicana se estou trabalhando no México? Não, não é um crime, mas é uma prova que algum missionário estava com estava com o coração aberto [para romance]. Ele o manteve aberto [para isso]. É errado casar-se com uma moça alemã se você serviu sua missão na Alemanha? Não, não há nenhum crime nisso, se você a conheceu de outra maneira. Mas se você a conheceu no campo missionário, eu lhe digo que isso não é certo! E você fraudou a sua missão.

Apenas mantenha seus corações trancados. Todos os seus pensamentos devem estar no trabalho missionário. Como posso deixar isso mais simples e mais importante do que isso? Eu gostaria de explicar porque não há nenhuma razão para qualquer missionário nunca se envolver, nem mesmo de uma maneira decente, com qualquer garota no campo missionário.  Não é o lugar! Você garantiu, você prometeu. Você passou pelo templo. Você se lembra o que você fez no templo? Lembre-se que você prometeu que iria fazer todas as coisas que os líderes  pedirem de vocês, a viver os mandamentos. Esse é um dos mandamentos quando você vai para o campo missionário: “Tu não flertarás;  Tu não se associarás com mulheres jovens no campo missionário, ou qualquer outra pessoa, exceto pelo assunto de proselitismo”. Você prometeu, e você não iria querer quebrar uma promessa que você fez diante do Senhor no Templo Sagrado do Senhor. E quando você escreveu sua carta (de aceitação) para o Presidente McKay, estava implícito na mesma. Você sabia, é claro, cada missionário sabe – quando ele está saindo para o campo, que ele não está indo para encontrar uma esposa. Ele tem muita oportunidade pra isso quando chegar em casa e que no campo missionário não é o lugar.

Às vezes, encontramos um jovem que não tem sido popular em casa; ele tem sido muito, muito tímido em casa e ele não teve muitas namoradas. E assim, quando ele sai para o campo missionário e alguém lisonjeia-o um pouco, e algumas meninas se mostram interesseda nele – claro, ele se sentirá lisonjeado. Ele pensa, súbitamente, “Bem, é com ela com quem devo me casar.” Digo isso mais uma vez pela repetição e para dar ênfase: Você deve trancar seus corações em casa, e se você não tiver feito isso, faça-o agora e envie a chave de volta. Você não vai permitir qualquer impressão, qualquer pensamento romântico em sua mente. Durante dois anos, você se deu ao Senhor, totalmente, para ensinar o evangelho ao mundo. Quando você tiver feito isso perfeitamente por dois anos e, em seguida, você voltar para casa, você será infinitamente mais atraente, mais capaz, mais digno, mais maduro para tomar essas decisões importantes para sua vida em matéria de pessoas com quem desfrutar a eternidade com você.

Bem, eu não tinha a intenção de entrar nesse assunto, mas já que estou nele, e eu espero não ter sido ofensivo. Mas eu espero que vocês tenham pescado o espírito da coisa. E vocês devem saber de todos os problemas que estão ocorrendo, problemas que estão começando a se desenvolver, alguns missionários que estejam começando a sair do caminho, algum grupo que está ficando um pouco descuidado com as regras da missão, com quem você pode falar de maneira doce e gentil. Se eles persistirem, então há uma outra coisa a se fazer e vocês tem uma lealdade a isso.

Deus vos abençoe, missionários, e espero poder visitar com vocês um pouco mais tarde.

25 comentários sobre “Spencer Kimball: Fraude Missionária

  1. Eu li esse texto na missão, o meu pres tinha um desenho de um coração com uma chave.Fiz paralelo do Elder com afirmação de Caim” Sou eu guardador do meu irmão? ” Realmente já vi pastores usarem fubecagem de missionário para destruir a igreja.Triste mas é verdade…Muitos missionários trazem provações ruins para igreja.Na minha missão se falava dos Guerreiros de Helamã.Era uma doideira geral.Chegou o Pres César Yatir fez uma limpeza geral na missão mandou metade pra casa.O meu pres David Leroy Beck pegou só a “maciota” .

  2. Meu presidente de missão usava o discurso “Tranquem seu coração” em toda reunião de zona. O que aconteceu? O filho dele se casou com uma sister da missão e meu zeloso presidente divorciou-se da esposa para casar com uma membro da Igreja que ele conheceu na missão! Fui da missão Brasil São Paulo Leste.

      • Mateus 7
        1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
        2 Pois com o critério com que julgardes, sereis julgados; e com a medida que usardes para medir a outros, igualmente medirão a vós.

        Lucas 6:37
        Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados.

        Lucas 6:41
        Por que reparas no cisco que está no olho do teu irmão e não percebes o tronco que está no teu próprio olho?

        João 8:7
        Porque insistiram na pergunta, Ele se levantou e lhes disse: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro a lhe atirar uma pedra.”

        Romanos 2:1
        Portanto, és indesculpável, ó homem, sejas quem for, quando julgas, porque a ti mesmo te condenas em tudo aquilo que julgas no teu semelhante; pois tu, que julgas, praticas exatamente as mesmas atitudes.

        Romanos 14:10
        Mas, tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, igualmente, por que desprezas teu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus.

        Romanos 14:13
        Portanto, abandonemos o costume de julgar uns aos outros. Em vez disso, apliquemos nosso coração em não colocarmos qualquer pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão.

        1 Coríntios 4:5
        Assim, nada julgueis antes da hora devida; aguardai até que venha o Senhor, o qual não somente trará à luz o que está em oculto nas trevas, mas igualmente manifestará as intenções dos corações. Então, nesse momento, cada pessoa receberá de Deus a sua recompensa. Advertência contra a arrogância

        Tiago 4:11
        Caros irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem se põe a falar contra algum irmão ou passa a julgar o seu irmão, acaba protestando contra a Lei e a julga também. Ora, se passas a julgar a Lei, cessas de obedecê-la e assumis a posição de juiz.

      • Com certeza ele um dia será cobrado pelas suas ações, de acordo com o conhecimento que tinha do certo e do errado, assim como todos nós. Neste caso vemos que a busca pelo certo deve ser algo constante na vida. Nenhum de nós seremos salvos pelos cargos e responsabilidades que temos, mas sim pela nossa dedicação em cumprir nossos convênios e em usar nosso livre arbítrio para o bem. Missão e chamados infelizmente não seguram um testemunho para a vida toda, e sim nossas pequenas escolhas diárias.

      • Putz, que monstrinho feio o meu… já fui jogado fora por minha família e ainda ganho um monstrinho tão feio?!!! Me arruma um monstrinho mais bonitinho!!

  3. Logo que cheguei no CTM nos deram este discurso e na missão também e não acho que um missionário “frauda” a missão fazendo isso, ninguém é perfeito e ninguém consegue,ao meu ver,escolher quem vai amar, seu propósito é ir trabalhar mas, se aparecer, não vejo algo errado ficar com essa pessoas, como tantos presidentes de missão que ouvi por aí.

    • É aquilo, Magnólia, errado não é. Sem propósito (e perigoso), isso sim.

      Primeiro, que todos nós sabemos das nossas paixonites de adolescência, contos de fadas, essas coisas (que inclusive em nosso meio mórmon são bem comuns). Logo, como em meio a um turbilhão de hormônios e pouca experiência de vida, é fácil enganar-se sobre o que é amor, carência ou simples atração física.

      Segundo, que (mesmo que nada mais sério aconteça), dada a sociedade mórmon em que convivemos, nunca ‘vão perdoar’ essa casal, sendo assunto recorrente em rodas de conversa das alas onde residiram, podendo ser o caso de obrigar o casal a mudar-se (ou afastar-se, o que dará mais lenha ainda à fogueira) para ter um pouco de paz).

      Logo, se não consegue controlar suas emoções, fique em casa (ou aprenda a controlar). Não é coisa fácil, eu sei disso.

      Durante a missão tive três declarações claras e inequívocas (fora as aparentes, que nunca vou saber), de moças interessada em mim. A última, na última área, tinha até apoio irrestrito da família caso eu voltasse. Quase voltei (mas iletrado, sem profissão e paupérrimo, eu já sabia o destino desse amor; lógico ela não esperaria por muito tempo e acabou casando-se com alguém que parece cuidar bem dela).

      Uma casou-se esse ano, ainda está firme na igreja, e parece feliz.

      Outra, acabou engravidando (ou já estava) algumas semanas depois que tirei suas esperanças após ela quase ‘me agarrar’ numa capela.

      Ah, e eu tive um LZ, cara bem legal, que namorava a filha de 16 anos do Presidente de um Distrito, onde servi, a família morava na minha área e era estranho quando algumas vezes chegávamos de surpresa e encontrávamos as duas irmãs e os dois missionários sentados e descontraídos na sala enquanto o pai ou a mãe faziam agrados e lhes davam alguma privacidade. Hoje estão bem casados, uma família bem bonita (ela muito mais que ele, claro), e ambos moram bem longe de onde frequentavam a igreja antes disso. O curioso desse caso, é que descobri por outros missionários, que o Presidente da Missão sabia e havia ‘autorizado’ o caso.

      Nunca me importei com isso, e sequer fui atrás do Presidente da Missão (não estava nem aí pros acordos deles), mas após “bater de frente” com o tal líder do distrito, por humilhar e afastar um homem que admirávamos muito (e era um verdadeiro discípulo de Cristo, enquanto estávamos ausentes da cidade), misteriosamente fui transferido de emergência poucas horas depois.

  4. É normal um rapaz sentir-se atraído por uma moça assim como é normal uma moça sentir-se atraída por um rapaz, ainda mais na idade de missão é natural, porém quando saímos para a missão já sabemos suas diretrizes e normas e nos comprometemos com isto, então na minha opinião se acontecer uma paixão o melhor é falar com seu presidente de missão, pedir transferência e cumprir com seu propósito e depois que a missão terminar nada impede o importante é ser fiel ao seu proposito estabelecido quando decidiu sair de missão. É como quando se está namorando sentimos desejo porém não devemos ceder a eles até que ocorra o casamento

  5. E o que importa ? pôde eu saber notório discordância com a ótima admoestação do Apóstolo Spencer w Kimbal , Conhece-te a ti mesmo , Faze o que queres , todo há de ser da lei , mas diante destes escritos comentários fica impossivel acreditar que os comentaristas compreendam o que comento , pois se um missionário não pode ter controle sobre si mesmo , haveis que quando uma pessoa da mérito ou créditos a um Missinário romancista , este tão somente não viu quão eloquente foi o Apóstolo nestas admoestações , mas leva-lo a Júdice por atitudes tomadas por dirigentes atuais e também por Presidentes de Missões , ainda que as sanções o fossem baseadas nas admoestações do Apóstolo é deverás incongruência.

  6. E o que importa ? pôde eu saber notório discordância com a ótima admoestação do Apóstolo Spencer w Kimbal , Conhece-te a ti mesmo , Faze o que queres , todo há de ser da lei , mas diante destes escritos comentários fica impossivel acreditar que os comentaristas compreendam o que comento , pois se um missionário não pode ter controle sobre si mesmo , haveis que quando uma pessoa da mérito ou créditos a um Missinário romancista , este tão somente não viu quão eloquente foi o Apóstolo nestas admoestações , mas leva-lo a Júdice por atitudes tomadas por dirigentes atuais e também por Presidentes de Missões , ainda que as sanções o fossem baseadas nas admoestações do Apóstolo é deverás incongruência.

  7. Este discurso fazia parte da nossa pasta de missão, e nosso presidente pediu que a gente lesse regularmente.

    O discurso em si acho lamentável, especialmente porque dado o contexto (isto é, ele deu o discurso pra um grupo de missionários norte-americanos e brancos numa missão da América Latina) demonstra um racismo implícito, assim como o ensinamento do Kimball contra casamento interracial.

  8. Rolf, Kimball citou missionários servindo missão na Alemanha também. E foi um conselho de igual peso. Se houve racismo conforme vc disse, que na minha opinião, a palavra ideal seria preconceito, houve também com referencia as alemãs, moças branquinhas, tanto ou mais que americanos.
    Todo missionário deve trancar seu coração sim. No entanto, é conselho, não mandamento.
    Rosano, teu presidente fez “cabelo e barba” hein!!! rsrsrsrs

  9. O período da missão é para servir. Missão e namoro, romance, na minha opinião, simplesmente não combinam. O foco deve estar todo concentrado no trabalho missionário.
    É possível que se conheça alguém nesse período, mas o relacionamento deveria ser adiado.

  10. avisando aqui na pagina eles me excluirão por perguntar sobre sua fé, se eles são membros ativos da igreja, vejo que esta pagina satiriza, o que o senhor tornou sagrado, exemplo disso e ter me excluído sem ter respondido, penso que são todos membros inativos que tem de certa forma ódio da igreja, só é vê em suas postagens não tem mensagens de apoio, e sim de duvida religiosa.

    • Regivaldo,

      Em primeiro lugar, ninguém satiriza fé ou igreja alguma. Nossos artigos são todos sérios (com uma exceção) e procuraram abordar assuntos com relevância factual e raciocínio lógico. Tome, por exemplo, o artigo acima. Trata-se de uma citação do Presidente Spencer W. Kimball que é ensinada a missionários mundo afora até hoje, e com um tremendo impacto social e cultural. Não há nada satírico nele.

      Em segundo lugar, nós temos regras bem estabelecidas para a publicação de comentários nas nossas páginas. Dê uma lida para se familiarizar com elas. Comentários que violam as nossas regras podem ser excluídas, e comentaristas que insistem em violá-las podem ser bloqueados.

      Em terceiro lugar, nós temos claramente bem-estabelecidos e publicados a missão e o propósito do nosso site. Dê uma lida para se familiarizar.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s