Contendo Evasão de Missionários Retornados

Eis uma inusitada forma para prevenir que missionários recém-retornados se afastem da Igreja: obrigá-los a assinar um contrato formal que não se afastarão da Igreja!

Artigo no jornal da Igreja Deseret News

Membros da Estaca American Fork Utah Hillcrest, recém-retornados de suas missões de tempo integral, todos adultos com pelo menos 19 ou 20 anos de idade, são pressionados a assinar um documento, em duas vias, e co-assinados por seus pais, bispos, e presidente de estaca, obrigando-se com uma série de compromissos especificamente designados para que permaneçam ativos na Igreja.

O documento, vazado anonimamente na internet e circulado pelas mídias sociais, inclui estipulações específicas (e restritivas), entre outras:

  • Manter amizades apenas entre membros ativos;
  • Paquerar e sair em encontros apenas com membros ativos;
  • Frequentar a Igreja semanalmente;
  • Frequentar o Instituto semanalmente;
  • Frequentar um curso para missionários retornados por um mês;
  • Apresentar uma lista de atributos para seu futuro cônjuge;
  • Apresentar metas para pagamentos futuros de dízimos e ofertas;
  • Continuar vestindo-se modestamente como um missionário;
  • Frequentar o templo regularmente e estipular com que frequência o fará.

Veja imagem original escaneada aqui:

No mesmo dia em que esse documento vazou, outro relato anônimo foi publicado pelo pai de um missionário recém-retornado, corroborando o “contrato para missionários retornados” (possivelmente em outra estaca de Utah¹) com o relato adicional das instruções verbais do respectivo presidente de estaca, indicando que são considerados obrigatórias a assinatura adequada do “contrato” e a frequência no Instituto e em serões dominicais, além de entrevistas regulares com o membro do Sumo Conselho responsável por ele. Supostamente, o presidente de estaca teria explicado aos pais e ao missionário retornado que há uma “crise de fé na nossa estaca e na Igreja em geral. As pessoas estão perdendo seus testemunhos… e as Autoridades Gerais estão preocupadas.” Além disso, “missionários retornados estão voltando para casa e caindo em completa inatividade.”

Nessa semana mesmo havíamos publicado alguns dados estatísticos demonstrando as crescentes e altas taxas de inatividade e evasão de membros da Igreja SUD, resultando em uma taxa total de crescimento nulo². A alta liderança da Igreja vem demonstrando, há anos, preocupação com esse fenômeno, mais especificamente com as altas taxas de evasão de jovens.

Certamente, o conteúdo do “contrato” não apresenta nada particularmente inusitado para membros da Igreja acostumados com as exigências culturais e sociais SUD do que se é comumente esperado deles. Contudo, inova-se na imposição de se assinar um documento formal com testemunhas entre figuras de autoridade (pais, líderes eclesiásticos) com a implícita cobrança de adequação e cumprimento subsequente.

Será um contrato formal a melhor maneira de incentivar jovens a não abandonar a Igreja? Se não melhor, será eficaz em reverter essa tendência geracional negativa? Se a taxa de evasão entre missionários retornados, supostamente os agentes mais investidos na religião após haver sacrificado 10% de suas vidas à vida monástica dedicada exclusivamente a ela, é tão alta e preocupante, não deveria servir de indicação para reflexão mais profunda do que investir em “contratos” para retê-los na fé?


NOTAS
[1] “Morridor” é a expressão popularmente utilizada para se referir à região geográfica de maior concentração populacional de mórmons em Utah, mais formalmente denominada de região de Wasatch, por causa das cadeias montanhosas que a delimitam ao leste. “Morridor” é uma conjunção das palavras “mórmon” e “corredor”, aludindo à natureza estreita e alongada dessa região geográfica.
[2] Quando comparado com a taxa de crescimento populacional autóctone. Crescimento nulo significa que a Igreja cresce no mesmo ritmo que a população ao seu redor cresce, não aumentando ou diminuindo sua presença na comunidade local.

16 comentários sobre “Contendo Evasão de Missionários Retornados

  1. O povo dessa igreja deveria ser estudado pela NASA! quando a gente pensa que já viu de tudo vem isso aí, eu nem duvido que seja verdade, se os poucos que ainda estão lá tem bom senso, agora sim saíram mais rápido.

  2. O grande problema da Igreja SUD é que ela não tem propósitos de realmente proporcionar o bem estar dos seus membros de fato. A liderança diz isso, mas na prática não é bem assim. O foco é e sempre será os números pois através dos números que segundo eles demonstra o tal “crescimento”.

    Creio que ao invés de forçar assinar esse documento a qual não sei o que ocorre em caso de não cumprimento dela, a liderança da Igreja SUD deveria encourajar esse missionarios retornados a participar em atividades junto com pessoas deficientes, idosos, crianças nos orfanatos, etc…Assim eles não somente vão sentir mais firme na instituição que eles entraram, como também vão realmente saber o que o próximo sente quando é abandonado ou humilhado.

    Mas lógico, tais atividades não são tão interessante para igreja SUD a menos que a religião em sí seja anunciada pela mídia como é o Mãos que Ajudam.

    Mas voltando ao assunto das razões da diminuição dos membros, creio que a resposta é bem simples: fazer algo ao próximo sem interesses por trás, com seriedade sem falsidade. Muitos caem fora da igreja SUD porque dentro dela não se encontra pessoas que realmente se preocupam com outros membros. Somando a esse fato, muitos se preocupam mais com status ou com sua panelinha. No dia que os membros agirem com amor genuino e realmente se preocupar com outros membros, tal pergunta “Por que a igreja não cresce” não precisará ser feita. Mas isso quem decide são os membros, ser humilde e aceitar isso ou permancer no orgulho achando que quem se afasta é o errado.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.