As Mulheres de Utah

Com a chegada do Dia das Mulheres esta semana, retornamos às considerações de como as mulheres Mórmons são tratadas dentro da cultura e da religião SUD. É fato conhecido que o estado de Utah, nos EUA, é a terra dos Mórmons. Além de gozar de uma maioria populacional absoluta no estado (com  62% da população total), Mórmons gozam de absoluto controle político, sendo o atual governador de Utah Mórmon (além de todos os governadores, com apenas duas exceções, eleitos na história também Mórmons), todos os atuais Deputados Federais e Senadores Federais, e 80% dos Deputados Estaduais também todos Mórmons.

Com isto em mente, pode-se extrapolar como Mórmons enxergam e tratam suas mulheres através de uma análise de como o estado de Utah trata, legalmente, suas cidadãs.

Um curioso artigo no New York Post cita alguns estudos que, no mínimo, chamam a atenção:

O artigo, intitulado ‘5 lugares onde mulheres não deveriam nunca visitar’, elabora uma lista de 5 lugares onde mulheres são discriminadas e rotineiramente desrespeitadas legal e culturalmente. Numa lista que inclui tais notórios bastiões de machismo desenfreado, como Turquia, Indonésia, El Salvador e Arábia Saudita, incluíram o estado de Utah.

Sim, os EUA estão rankeados em 20° lugar, atrás de Burundi e Nicarágua, pelo Fóro Econômico Mundial em seu Índica Mundial de Desigualdade por Gênero. E, dos 50 estados, Utah é um dos piores no quesito de desigualdade de gênero, de acordo com wallethub.com e 247wallst.com.

Baseando sua tabulação em três principais categorias (i.e., economia, liderança, e saúde), a 247wallst.com chegou à conclusão de que “Utah é o pior estado para mulheres”. Eis algumas das razões: Um homem típico em Utah ganhava mais de USD 50.000,00 anuais em 2013, enquanto a maioria das mulheres ganhava apenas 70% disto — uma das maiores disparidades salariais baseada em gênero no país. Menos que 31% das posições de gerência são preenchidas por mulheres em Utah (a segunda pior taxa dos EUA). Apenas 6 mulheres, de um total de 75, servem como Deputadas Estaduais, e apenas 5 mulheres em Utah servem como Senadoras Estaduais — uma grotesca falha de representatividade para mulheres no governo [do estado].

Para os seus rankings, wallethub.com comparou 10 métricas distintas e classificou Utah em 49° (de um total de 50) estado com pior disparidades baseadas em gênero. Entre os seus achados: Utah tem a pior distância entre desempenhos educacionais e a segunda pior taxa de igualdade de oportunidades no mercado de trabalho.

Como você acha que a Igreja SUD e a cultura Mórmon trata suas mulheres? O fato do estado de Utah destratar tão severamente suas mulheres é um reflexo das atitudes da Igreja SUD e/ou da cultura Mórmon? Mórmons valorizam mulheres como pares dos homens, com igualdade de tratamento e oportunidades, ou são discriminadas e rebaixadas para um status inferiorizado?

Se você tem interesse em ler artigos sobre a relação do Mormonismo com mulheres, eis uma lista de sugestões instigantes.

Igualdade Mulheres

Igualdade Para Mulheres: Um conceito compatível com o Mormonismo?

7 comentários sobre “As Mulheres de Utah

  1. Leia este artigo e vejam alguns problemas metodológicos desta pesquisa: http://www.observatoriodegenero.gov.br/menu/noticias/opiniao-comentarios-sobre-o-ranking-de-desigualdade-de-genero-elaborado-pelo-forum-economico-mundial/

    Entendo completamente o caráter acadêmico deste site e o acompanho sempre que posso há alguns anos. No entanto, há muito tempo recebi um testemunho pelo espirito e tive experiências espirituais fortes e claras o bastante que me fizeram saber que esta é a Igreja de Cristo. Aprendi a seguir os conselhos dos profetas e acreditar em suas palavras, mas as vezes, as opiniões pessoais de apostolos e profetas se confundem com afirmações proféticas. Também tive a oportunidade de sentar ao lado de apóstolos e conversar com eles e ter a minha alma inteiramente descoberta por suas pelavras, algumas experiências com apóstolos que tive são tão sagradas que me fazem não ter dúvidas de suas palavras. Estou falando tudo isso porque sinto que o conselho destes homens para as mulheres lds é que sejam auto suficientes, se graduem, e se for o caso façam mestrados e doutorados, mas acima de tudo, sinto que a maior parte do tempo de nossas mulheres deva ser dedicada à família e as bênçãos que essa instituição proporciona. Não creio que Utah seja o melhor lugar do mundo, mas sei que foi o local que Deus escolheu para construir a sua igreja.
    Os comentários acima representam o sentimento de algumas pessoas quanto os benefícios da mulher cuidar de sua família, mas quando se trata de um debate religioso raramente vemos o coração vencer a razão. O que estou querendo dizer é que mesmo que eu diga que acredite que a maternidade está acima de qualquer igualdade financeira ou profissional e que meu coração (não pesquisas e estudos) me diga que o mundo seria muito melhor se suas mães tivessem suas familias como prioridade máxima, vocês (vozes mórmons) ainda tentarão me provar com pesquisas e estudos que estou errado e que os lugares onde há maior igualdade entre homem e mulher as crianças são melhores de algum modo.
    A verdade é que eu ainda e prefiro ficar com os coselhos de nossos profetas e se estes conselhos um dia me levarem para o inferno então aceito o inferno.

  2. Pingback: 185a Conferência Geral: Impressões, Resumos, Votos Contrários | Vozes Mórmons

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.