Joseph Smith: Não Sou Muito Justo

Joseph_Smith,_Jr._portrait_owned_by_Joseph_Smith_IIIDiscursando aos santos reunidos em frente ao templo em construção, em Nauvoo, Joseph Smith disse:

Eu não acredito que houve muito poucos homens bons desde Adão. Houve um homem bom: Jesus. Muitos acham que um profeta deve ser muito melhor do que qualquer um. Suponha que eu tivesse a complacência – sim, eu chamaria isso de complacência – de ser muito melhor do que qualquer um de vocês. Eu seria levado ao mais alto céu, e quem eu teria para me acompanhar? Eu amo mais o homem que xinga aos montes e administra aos pobres e divide seu sustento do que hipócritas de cara séria e impassível.

Não quero que vocês pensem que sou muito justo, pois não sou muito justo. Deus julga os homens de acordo com a luz que lhes dá.

Diário de Joseph Smith, por Willard Richards. 21 de maio de 1843 (domingo de manhã).  Words of Joseph Smith, p. 204.

 

14 comentários sobre “Joseph Smith: Não Sou Muito Justo

  1. Essa mesma declaração de Joseph Smith tem em algum outro livro da igreja em português? Sabe se tem em “Ensinamentos do Profeta Joseph Smith”?

  2. Podemos ver na minha opinião que ele era um homem sincero, de caráter digno e que admitia seus erros e falhas.

  3. Não conheço todo o contexto em que JS falou isso, o artigo cita que estava discursando. JS fez referência à passagem bíblica, ao que Jesus ensinou sobre a bondade de Deus, onde ele próprio declara que só Deus é bom! Todo ser humano tem em si a dualidade, a capacidade tanto para prática do bem quanto o mal. Penso que esta dualidade é que faz-nos imperfeitos, pecadores, falhos e foi nesta perspectiva realistica que JS fez referência. Por ser ele, o profeta, deixou claro que não depositassem nele a ideia ingênua de “bondade e justiça”. Aos membros contemporâneos que “endeusam” os profetas, deveriam lembrar disso, e buscarem desenvolver uma visao menos apaixonada deles e de suas decisoes arbitrárias , especialmente quando estas decisões ferem o direito à crença e ao exercício da mesma de outros irmãos, como é o caso dos homossexuais.

  4. Pessoal, alguém já leu e possui o livro da Thelma Geer, bisneta de John D. Lee, ” Porque abandonei o mormonismo?” editora Vida , que pudesse me emprestar. Não consigo encontrar nem pela internet e também em livrarias e sebos da minha cidade.

  5. Meu grande amigo Antonio Trevisam Teixeira, valeu opera informação! Vou usar num discurso esse material. Excelente!
    Nesse último sábado e Domingo, o Elder Costa estava aqui na minha Estaca, e mais uma vez afirmou que “Doutrina profunda leva pro fundo”. Sinceramente, não sou muito a favor dessa frase do Elder Costa, já que temos tantos materiais aprovados pela igreja e que possuem profunda informação sobre no Evangelho. Acredito no mar de conhecimento que temos acesso, agora, se a maioria quer apenas o que está na praia, fica a critério.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s