Fazenda Mórmon Vira Shopping, Condomínio

Fazenda destinada ao Projeto de Bem Estar d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias será transformada em imponente investimento comercial imobiliário na cidade de Riverton, Utah, incluindo shopping center de luxo e condomínios para famílias de classe média alta.

Igreja Mórmon foca em centros comerciais e residenciais para afluentes em Utah

Ao invés de produzir alimentos para os pobres nessa propriedade, a Igreja Mórmon construirá centros comerciais e residenciais para os ricos. Planos incluem um shopping center, restaurantes, escritórios, hotel e teatro.

A empresa com fins lucrativos ‘Reserva de Terrenos Suburbanos’ (‘Suburban Land Reserve’ ou SLR) de propriedade da Igreja SUD está se preparando para desenvolver uma faixa de 540 acres de terras agrícolas de propriedade da própria Igreja no lado oeste de Riverton a tornar-se bairros residenciais e de uso misto comercial e residencial.

O empreendimento está sendo muito bem visto por líderes políticos locais, e tanto prefeito como vereadores esperam conseguir aprovações legais e técnicas para o começo de 2016, com o processo de avaliação já agilizado para iniciar esta semana. Os planos da subsidiária da Igreja, a SLR, incluem 3,500 residências de classe média alta divididos em unidades variáveis de casas de pequeno, médio e grande porte, a complexos de prédios pequenos interconectados todos por parques e áreas de lazer abertas. Além disso, planos para construção futura de veículo leve sobre trilhos cruzando essa cidade dentro da cidade serão considerados aparte do projeto inicial.

Esse empreendimento imobiliário da Igreja Mórmon coincide com a recente autorização para a construção de um shopping center de céu aberto de 85 acres, o Mountain View Place, cedido para a empresa Californiana CenterCal, em terreno comprado diretamente da SLR, que intermediou o negócio para o shopping em conjunto com a Property Reserve Inc. (PRI), outra subsidiária com fins lucrativos da Igreja SUD.

Fazendas de Bem Estar

A compra de terras por parte da Igreja SUD começou no final da década de 1930. A intenção era dar às pessoas desempregadas a oportunidade de trabalhar e produzir mercadorias para ajudar os pobres e necessitados. Na década de 1940, estacas e grupos de estacas começaram a comprar fazendas como projetos de bem-estar aprovados. Às vezes, a Igreja comprava uma fazenda, e a unidade local reembolsava o empréstimo à Igreja com as receitas agrícolas. Na década de 1970, as fazendas foram adquiridas em uma base compartilhada, com metade dos fundos provenientes da unidade local e metade da sede da Igreja. Todos os novos terrenos agrícolas são adquiridos exclusivamente pela Igreja desde os anos 1990. A Igreja é dona e opera centenas de fazendas de bem-estar localizadas através de mão-de-obra voluntária, gerando muitos tipos de mercadorias para o seu Programa de Bem-Estar. Além disso, ela vem adquirindo extensas propriedades agrícolas no seu sistema de reserva de Bem-Estar e em suas carteiras de investimento imobiliário e agrícola.

Projetos agrícolas variam de acordo com a localidade, necessidade, clima e condições do solo. Fazendas de bem-estar produzem grãos, frutas e legumes. Há também carne bovina, suína, e aves, bem como tais projetos especializados como a produção de mel, e também como a reservas de caça esportiva e reservas florestais.

Empresas com Fins Lucrativos

Deseret Ranches, administrada pela Deseret Cattle and Citrus, é uma das muitas empresas com fins lucrativos de propriedade da Igreja SUD. Seu foco principal é a pecuária de corte. Segundo o site da empresa, a fazenda possui mais de 42 mil vacas, que produzem 36 mil novilhos por ano. A produção anual de carne passa de 8 mil toneladas, o que lhe dá a reputação de maior fazenda de corte do mundo. Na agricultura, há destaque para citros, com 200 mil pés de laranjeiras. A fazenda ainda tem outras culturas, com destaque para a batata.

O interesse da Deseret Ranches em um projeto de urbanização na Flórida foi noticiado pela primeira vez em 1991, em reportagem do jornal The Arizona Republic e reproduzida em parte no Deseret News, de propriedade da Igreja. Tal como a SLR em Utah, a Deseret Ranches está migrando de fazendas de bem-estar e fazendas com fins lucrativos para investimentos imobiliários comerciais para maximizar o retorno financeiro para a Igreja.

Agronegócio

A Igreja SUD é considerada uma das maiores proprietárias de terras para agropecuária nos Estados Unidos. De acordo com reportagem da revista Bloomberg Businessweek, outras empresas de agronegócio da Igreja SUD incluem a Sooner Cattle Co., em Oklahoma, com vendas anuais estimadas em US$ 760 mil; a Agrinorthwest, com vendas estimadas em US$ 68 milhões anuais, sediada no estado de Washington; a Deseret Land and Livestock, que atua em Utah e Wyoming, possuindo cerca de 8500 cabeças de gado, além de uma reserva de caça e pesca; e a AgReserves, com fazendas no Canadá, Austrália, Grã-Bretanha e América Latina – incluindo Argentina, Chile e Brasil.

Brasil

A AgReserves atua no país como AgroReservas do Brasil Ltda. O escritório da empresa está localizado na cidade de Formosa, em Goiás. Em 2005, sua fazenda em Unaí, noroeste de Minas Gerais, foi invadida por integrantes do MST, depois condenados a indenizar a empresa. Estima-se que a empresa “possui cerca de 4,3 mil hectares de pastagem para 7,6 mil cabeças de gado e que ainda produz nos outros 100 mil hectares, cerca de 170 mil toneladas de laranja a cada ano”. Perfis de funcionários no site LinkedIn também mencionam plantações de soja, feijão, sorgo, milho e batata.


Leia mais sobre empreendimentos imobiliários da Igreja

Leia mais sobre empreendimentos imobiliários da Igreja (2)

Leia mais sobre empreendimentos imobiliários da Igreja (3)

Leia mais sobre empreendimentos financeiros da Igreja

Leia mais sobre remunerações para os executivos da Igreja

8 comentários sobre “Fazenda Mórmon Vira Shopping, Condomínio

    • Mórmon, não cremos nem em inferno. Cremos em reinos de glória. E por favor, seja mas educado ao falar com os demais, o livre arbítrio na crença mórmon é ainda o primeiro mandamento dos céus.
      Sinceramente é um absurdo gastar o dinheiro da igreja com shoppings e imóveis, o dever religioso é ajudar os mais necessitados e não construir um super império.
      O olhos estão nos tesouros da terra e não nos tesouros do céus.

      • Deus em sua sabedoria jamais ira mandar um indivíduo por não pagar o dizimo para o reino telestial.
        E prefiro ajudar pobre, orfanatos, asilos e a quem precisa, do que ser investidor de shopping e imóveis de luxo. Investidor sem retorno, pq no momento que paga-se os fundos (dizimos) não tem retorno dos lucros que a igreja obteve com esse valor. Na verdade não existe nenhum relatório avisando ao membro o que aconteceu com dinheiro.
        Se quisesse investir em fundos imobiliários da igreja eu procuraria uma instituição financeira habilitada e receberia lucro por essa negociação.

      • De acordo com setenta João Grahl, na seção do sacerdócio em nossa conferência de estaca aqui, sábado passado, não dizimista ou dizimista parcial é reino terrestre sumariamente, no mínimo, talvez até teleste, em alguns casos. Pra ter família completa, validar selamento, reino celestial, essas coisas, só dizimista integral.

        Ele citou outras coisas, inclusive pecados considerados mais comuns como desonestidade e imoralidades, mas deu ênfase à prática do dízimo também.

        Ele até pareceu ser um líder responsável e de elevada espiritualidade.

        De qualquer forma, ele está em sintonia com a doutrina atual e cobrada pela igreja. Ou seja, ou se acredita nisso e o vive ou aceita negar essa parte da atual doutrina mormon.

        Em geral, parciais e não dizimistas tem suas recomendações negadas para entrada nos templos, ou avanços no sacerdócio ou chamados de relevância no sacerdócio.

  1. E u penso que ao ver este tipo de atitude dos atuais lideres da igreja SUD,Eu os coloco ao lado de lideres religiosos. tais como Edir Macedo,e outros que usam o dinheiro do Dizimo para fazer fortuna e lucro e os necessitados, as viuvas e as crianças que situação a Igreja SUD esta se colocando perante o mundo, que exemplo Eu não vejo Cristo em empreendimentos comerciais, ja não via quando eu frequentava a igreja,

  2. Bom, a lei do dizimo foi revelada e se encontra em D&C 119, aqueles que desejam largar da barra de ferro e se apegar ao braco da carne que facam como bem quiserem mas as revelacoes sao claras de como os membros devem pagar o dizimo. Outro ponto a considerar e que se a igreja abandonou os principios de Siao para se tornar uma corporacao, os membros ja nao tem a obligacao de pagar o dizimo para a igreja que nao busca estabelecer Siao. O proposito do Senhor em estabelecer Siao era para que os membros tivessem um lugar de refugio quando as calamidades e desolacoes caissem sobre os habitantes da terra, hoje se ouver uma guerra mundial ou catastrofes em grande escala ou uma grande perseguicao, a maioria dos membros estariam vulneraveis e sem nenhum lugar de refugio. A igreja que supostamente deveria estar estabelecendo o alicerce de Siao decidiu ir para a cama com a Babilonia e investir em Shoppings e imoveis de luxo.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s