Novos Presidentes de Missão Anunciados para 2017

A Igreja SUD anunciou hoje os novos presidentes de missão que assumirão seus respectivos campos de proselitismo em solo brasileiro.

Missionários SUD em Fiji (Foto cortesia d'A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, republicada no artigo do The Salt Lake Tribune citado neste)

Missionários SUD em Fiji (Foto cortesia d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias)

Das 34 missões oficiais no Brasil, as 3 últimas novas missões abertas há 4 anos, pouco mais de um terço receberá nova liderança. Eis os nomes dos novos presidentes. Continuar lendo

Falece B. Carmon Hardy, Historiador da Poligamia Mórmon

É com pesar que noticiamos o falecimento de B. Carmon Hardy, um dos mais importantes e influentes historiadores mórmons, ocorrido no último dia 21 de dezembro. Hardy é especialmente celebrado pela sua pesquisa acadêmica sobre a poligamia mórmon do século 19 e início do século 20.

poligamia mórmon fotografia

O bispo Ira Eldredge e suas esposas Nancy Black, Hanna Mariah Savage e Helwig Marie Anderson, circa 1864.

Blaine Carmon Hardy nasceu em 1934, na cidade de Vernal, Utah, descendente de pioneiros mórmons. Durante a maior parte de sua juventude, viveu no estado de Washington, onde cursou o ensino médio e trabalhou em fazendas e ranchos. Graduou-se em História pela Washington State University, em 1957. Dois anos depois, concluiu seu mestrado em História Americana na universidade da Igreja SUD, Brigham Young University (BYU), havendo trabalhado com os professores R. Kent Fielding e Hugh Nibley. Hardy obteve seu doutorado da Wayne State University, no estado de Michigan, em 1963, pesquisando sobre as colônias mórmons no México.

Recordando sua jornada pessoal e o impacto da sua pesquisa sobre casamentos plurais após o Manifesto, Hardy escreveu: Continuar lendo

Quais Membros Inativos Valem a Pena Recuperar?

O bom pastor abandona 99 ovelhas seguras para sair à procura daquela uma ovelha perdida, ensinou Jesus de acordo com um trecho do Novo Testamento.

ovelha

Uma membro da Igreja que recentemente afastou-se oferece pungente e inteligente introspeção sobre como seus líderes e correligionários de sua Ala reagiram à sua decisão de não participar das atividades da Igreja, oferecendo importante consideração sobre quais membros inativos a Igreja costuma buscar para resgatar de volta ao rebanho.

Eis seu texto, anônimo por sua solicitação expressa.

∼¤∼

Continuar lendo

O Primeiro Natal de acordo com o Novo Testamento

Celebramos recentemente o Natal.

Natal vem da palavra latim natus, que significa “nascimento” ou “nascer” ou mesmo “gerar”, e é comumente utilizado para se referir ao “dia do nascimento” de alguém. Costumeiramente, no mundo de línguas românicas, Natal tornou-se um termo para descrever a celebração do nascimento de Jesus. Assim, no Brasil, como nos demais países românicos e cristãos, no Natal (usualmente no dia 25 de dezembro) comemora-se o nascimento de Jesus há mais de 2 mil anos atrás.

A Adoração dos Pastores, por Gerard van Honthorst (1590–1656), em 25 de dezembro de 1622

A Adoração dos Pastores, por Gerard van Honthorst (1590–1656), em 25 de dezembro de 1622

Ao contrário do que a maioria dos cristãos imagina, os quatro relatos canonizados da vida de Jesus no Novo Testamento (i.e., os Evangelhos atribuídos a Marcos, Mateus, Lucas e João) não narram os mesmos eventos, não se complementam, e não são mutualmente inclusivos. Todas as quatro narrativas são individuais e independentes, narrando relatos como o seu autor acreditava ou imaginava ou ouvira ter ocorrido (nenhum desses autores fora testemunha ocular — na realidade, todos os evangelhos são anônimos, e atribuições autorais surgiram décadas após suas composições).¹

Portanto, honraremos os autores que nos legaram esses quatro relatos distintos respeitando suas independências editoriais, estudando-os como eles haviam desejado: Individual e independentemente.

Dito isso, como ocorreu o “primeiro natal”, ou o nascimento de Jesus, de acordo com cada um dos 4 autores de cada Evangelho canônico?

Continuar lendo

Cartões de Natal Apropriados para Mórmons

Você é membro da Igreja SUD? Seus cartões natalinos são adequados ou dentro dos padrões esperados para um mórmon?

O Apóstolo Dallin H. Oaks foi à sua página pessoal de Facebook no natal passado para ensinar uma lição natalina para os membros da Igreja. Uma mensagem delineando quais cartões de Natais são apropriados para mórmons.

Apóstolo Dallin Oaks no “púlpito sagrado”.

O Apóstolo Dallin Oaks, em sua mensagem de Natal para ex-alunos da Faculdade de Administração da Universidade de Brigham Young, teceu interessantes comentários sobre a missão e os ensinamentos de Jesus.

[Leia artigo nosso sobre esses comentários aqui]

Ademais, naquele discurso Oaks havia comentado sobre cartões natalinos, e aparentemente, esse tema lhe pareceu importante o suficiente para repeti-lo a um público maior. Vejamos o que Oaks tem a dizer sobre tais cartões natalinos: Continuar lendo

A Última Taça de Vinho de Joseph Smith

O Profeta Joseph Smith foi assassinado na tarde de 27 de junho de 1844.

O SANGUE DOS MÁRTIRS É A SEMENTE DA IGREJA "O Interior da Prisão de Carthage" por C.C.A. Christensen (Museu de Arte da Universidade de Brigham Young).

O SANGUE DOS MÁRTIRES É A SEMENTE DA IGREJA diz o rodapé da pintura intitulada “O Interior da Prisão de Carthage” por C. C. A. Christensen (1831-1912) Fonte: Museu de Arte da Universidade de Brigham Young

A descrição das últimas taças de vinho que Smith tomou junto com seus colegas de prisão, o Patriarca-Profeta Hyrum Smith e os Apóstolos John Taylor e Willard Richards, meros momentos antes do seu assassinato, encontra-se publicada na obra History of the Church.
Continuar lendo

Mórmons se Opõem a Descriminalizar Poligamia

Pesquisa de opinião pública entre eleitores no estado de Utah revela que a maioria crê que poligamia não deve ser descriminalizada.

Capa do livro 'Fastasmas da Poligamia: Assombrando os Corações e o Céu de Mulheres e Homens Mórmons

Capa do livro “Fastasmas da Poligamia: Assombrando os Corações e o Céu de Mulheres e Homens Mórmons”, que explora a persistente presença do tema na teologia mórmon

A pesquisa, encomendada pelo jornal The Salt Lake Tribune e o Instituto Hinckley de Ciências Políticas, e conduzida pela firma Dan Jones & Associates, determinou que Continuar lendo

Orson Whitney: Mórmons Não Temem Verdade, Independente da Fonte

O Apóstolo Orson F. Whitney, então servindo como Bispo, ficou famoso por um discurso proferido para uma conferência de jovens em junho de 1888, e subsequentemente publicado no jornal oficial da Igreja SUD e distribuído em julho seguinte, no qual ele defende uma maior abertura entre mórmons para estudos acadêmicos e literários.

Orson Ferguson Whitney, Apóstolo da Igreja SUD (1906-1931)

Orson Ferguson Whitney, Apóstolo da Igreja SUD (1906-1931)

Por causa desse discurso, Whitney é conhecido como o “pai da literatura mórmon“.

Eis o trecho desse discurso no qual Whitney defende que mórmons não deveriam nunca temer verdade, independente de sua fonte ou origem, e o estudo acadêmico como uma missão religiosa para todos os mórmons: Continuar lendo

Igreja Cede à Pressão, Muda para Proteger Alunas Estupradas

Após imensa pressão pública, protestos de alunos e ex-alunos, intenso escrutínio e crítica na imprensa nacional e nas redes sociais, e a abertura de uma investigações estadual e federal, a universidade oficial da Igreja Mórmon, a Brigham Young University, anunciou alterações às regras internas da instituição para eximir alunas vítimas de violência sexual que denunciam o crime às autoridades de serem punidas pela administração universitária.

Alunas protestam em abril de 2016 contra as políticas oficias da BYU que punem vítimas de violência sexual

Alunas protestam em abril de 2016 contra as políticas oficias da BYU que punem, direta e indiretamente, vítimas de violência sexual. Notem forte presença da mídia.

 

Antes das novas mudanças, anunciadas via email pelo Presidente da BYU em Provo Kevin J. Worthen,  alunas que denunciavam ter sido estupradas eram investigadas e punidas, muitas vezes expulsas Continuar lendo

Leonard Arrington: Poder e Medo das Autoridades Gerais

O Historiador da Igreja entre 1972 e 1982, Leonard J. Arrington, anotou em seu diário algumas observações pessoais sobre como ele enxergava os bastidores da administração eclesiástica da Igreja SUD, o exercício de poder entre Autoridades Gerais e os medos que regiam as reações da liderança da Igreja.

Leonard Arrington

Arrington foi o primeiro não-Apóstolo, e até hoje o único não-Autoridade Geral, a ser chamado para o ofício de Historiador da Igreja desde quando Joseph Smith chamou Willard Richards em 1842 para a posição.

Sob a égide do Apóstolo Howard Hunter, Arrington transformou o campo acadêmico para historiadores mórmons ao abrir os arquivos históricos da Igreja para pesquisadores. Durante uma década, Arrington estimulou e fomentou uma verdadeira revolução nos estudos mórmons à era popularmente chamada de “era de ouro em historiografia mórmon” ou “nova história mórmon”.

Essa liberdade acadêmica e abertura intelectual não passou, porém, incólume. Alguns Apóstolos, como Ezra Benson, Bruce McConkie, Mark Petersen, e Boyd Packer fizeram feroz oposição ao trabalho de Arrington, até que em 1982, ele foi desobrigado em uma reunião secreta privada e seu novo substituto anunciado em Conferência Geral alguns meses depois, sem quaisquer menções a Arrington. Inclusive, ele foi o único Historiador da Igreja a ser desobrigado sem votos de gratidão pela Igreja em conferência.

Arrington, contudo, permaneceu inabalavalmente fiel e ativo na Igreja pelo resto da vida, e ainda mais importante, produzindo e orientando uma nova geração de historiadores até sua aposentadoria como Professor e Chefe de Departamento da BYU.

Entre esses o autor da melhor biografia de David O. McKay, historiador Gregory Prince, que publicou esse ano uma biografia de Leornard Arrington: Leonard Arrington and the Writing of Mormon History. É desta biografia, por exemplo, que descobrimos uma página do diário de Arrington, onde ele lista mudanças que julgava serem necessárias e cruciais para alterar aspectos nocivos e perniciosos dentro da instituição da Igreja SUD.

Diário de Leonard Arrington, com seu retrato ao fundo. (Foto: Scott Sommerdorf l The Salt Lake Tribune)

Diário de Leonard Arrington, com seu retrato ao fundo. (Foto: Scott Sommerdorf l The Salt Lake Tribune)

O diário está sendo preparado para publicação, com previsão para março de 2017. A editora Signature Books lançou um teaser com o trecho mencionado no topo do artigo, de observações anotadas em julho de 1972: Continuar lendo

Terroristas Mórmons Absolvidos por Júri Popular

Um júri popular absolveu os terroristas mórmons Amon Bundy, seu irmão Ryan, e 5 de seus seguidores de acusações de crimes federais (“conspiração contra agentes federais”, “intimidação com armas de fogo”, “posse de armas militares em instalações federais”, e “crime violento com armas de fogo”) que eles nunca negaram, e inclusive haviam filmado e publicado online enquanto o faziam. [1][2][3]

Invasor em guarda no parque federal do Oregon (Imagem: opb.org)

Invasor em guarda no parque federal do Oregon (Imagem: opb.org)

O anúncio da absolvição foi recebido com gritos de “Louvemos ao Senhor, louvemos ao Senhor” entre os quase 100 parentes e amigos acompanhando o julgamento no tribunal, reforçando o sentimento claramente elaborado entre os envolvidos de que nada mais estavam cumprindo uma missão divinamente inspirada.

vm oregon-mugshots-jsw-802a_8bf84b8fbaa85fb2bd76a59f88ca8e18.nbcnews-ux-600-480

Presos no Oregon. Acima: Brian Cavalier, Ammon Edward Bundy, Joseph O’Shaughnessy, Peter Santilli. Abaixo: Ryan Bundy, Ryan Payne, Shawna Cox, Jon Ritzheimer. (Imagem: AFP)

Entenda o Caso

Em 02 de janeiro passado, um grupo fortemente armado (veja fotos aqui) invadiu um Continuar lendo

Jornais Avaliam Novo Site da Igreja Mórmon

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias lançou ontem um novo site dedicado a melhorar a relação entre a instituição, seus membros, e especialmente seus membros LGBT e familiares.

Membros da Igreja SUD pedem resignação em protesto a política homofóbica da Igreja de discriminar contra crianças em famílias LGBT, em frente ao histórico templo de Salt Lake City, 14 Nov 2015. (Jim Urquhart/Reuters)

Membros da Igreja SUD pedem resignação em protesto a política homofóbica da Igreja de discriminar contra crianças em famílias LGBT, em frente ao histórico templo de Salt Lake City, 14 Nov 2015. (Foto: Jim Urquhart/Reuters, publicada pelo The Washington Post)

Jornais norte-americanos como o The Washington Post, o The Wall Street Journal, e o The Salt Lake Tribune, a rede CNN, e o noticiário de Utah Gephardt Daily avaliaram-no. Seguem, abaixo, trechos da cobertura jornalística de cada um:
Continuar lendo

Mórmons Seguem As Escrituras?

Reagindo às notícias do vazamento, da reação oficial da Igreja SUD, e das reações de outros Mórmons, sobre a nova política da Igreja discriminar contra crianças em famílias LGBT, muitos membros da Igreja abriram as escrituras para defender a posição oficial da Igreja.

Citando passagens de escrituras, esses membros SUD se propõe a demonstrar que a discriminação institucionalizada com essa nova medida está em linha com o comportamento esperado de um discípulo de Cristo.

Nem todos os Mórmons creem que Jesus chama para si as criancinhas

Nem todos os Mórmons creem que Jesus chama para Si as criancinhas

Afinal, condenar homossexualidade não é um princípio ensinado na Bíblia?

Vejamos.

Continuar lendo