Jeffrey Holland: Fúria Apostólica Contra Quem Tem Perguntas

O Apóstolo Jeffrey R. Holland exibiu fúria “apóstolica”, em discurso na semana passada para a Estaca de Tempe Arizona, contra membros da Igreja que têm perguntas, dúvidas, questionamentos, ou mesmo se preocupam com questões éticas e morais além do que lhes é determinado pela liderança da Igreja.

Apóstolo Jeffrey R. Holland não gosta de quem tem perguntas.

Elevando o tom de voz para esbravejar contra esses membros “frouxos”, Holland velada, porém agressivamente, critica membros com questionamentos sobre desigualdade social e lutas de classe (aludindo ao famoso movimento “ocupe wall street“), engajamentos de causas sociais e protestos contra injustiças contra minorias.

“Não se atreva a sair. Eu estou tão furioso com as pessoas que saem desta igreja. Eu não sei se ‘furioso’ é uma boa palavra apostólica. Mas eu estou. Que diabos de convicção é essa? Que tipo de experiência frouxa e mole é essa? Como se nada disso importasse, como se nada em nossa vida contemporânea importasse, como se tudo isso devesse ser ‘exatamente da maneira como eu quero que seja e respondam a cada uma de minhas perguntas e engajem isso e ocupem aquilo e protestem isso – e então talvez eu vá ser um santo dos últimos dias’! Bem, há muito irlandês em mim para isso.”

Ouça o discurso aqui (trecho citado aos 31’33”):

[Curiosidades: Holland confirma crença numa Terra de 6 mil anos ao calcular o tempo entre “Adão e Eva” e “O Salvador” em 4 mil anos, no marco 4’36” acima. Holland também confirma crença que homens se tornarão deuses com seus “universos” — que Gordon Hinckley havia negado — no marco 29’43” acima.]

Holland gozava de uma imagem pública simpática e positiva, porém desde que foi pego mentindo por um jornalista inglês da BBC numa entrevista, e duramente criticado na mídia por sua postura desonesta, parece vir exibindo crescente hostilidade e intolerância contra membros que não acreditam que a Igreja SUD se posiciona positivamente em seu trato com questões sociais e com minorias, como mulheres e homossexuais.

Durante o seu discurso, Holland grita: “FIQUE NO BARCO!” mesmo que não se possa ver aonde ele vai ou se está no rumo certo ou se chegará com segurança, mas confiando que está, e que chegará.

Por que a insistência em ficar quietinho “dentro do barco”? Por que a insistência em nunca questionar? Não pensar é o cerne da fé Mórmon? Ignorar preocupações sociais, morais, e éticas é necessário para ser um bom e fiel Mórmon?

Um comentário sobre “Jeffrey Holland: Fúria Apostólica Contra Quem Tem Perguntas

  1. O cego é aquele que nao quer ver. Se para ser um bom mórmon eu precisar negar minhas convicções, prefiro ficar apenas de longe. Apenas orando a Deus.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s