Brigham Young: Como Lidar com Apóstatas

O Presidente Brigham Young explicou como membros afastados ou inativos devem ser tratados dentro de comunidades predominantemente mórmons, em discurso no Tabernáculo em 27 de março de 1853.

"Eu posso cagar um profeta melhor e peidar revelações melhores" -- Brigham Young

Dentro do contexto histórico, os mórmons haviam se assentado no deserto da região de Utah havia pouco mais de 5 anos apenas, e Young estava dirigindo sua diatribe a mórmons que acreditavam que Young não deveria ter sido o sucessor profético de Joseph Smith, mas sim um homem chamado Francis Gladden Bishop. Young os chama, sarcasticamente, de “gladdenitas” e ameaça-los do púlpito com violência e turbas mórmons como retaliação por sua “apostasia”, sob aclamação e aplausos dos presentes.

Eis o discurso em sua íntegra (ênfases nossas):

Eu não sei o que eu posso falar para que vocês possam me ouvir, como vocês podem perceber algo afeta minha garganta; Gostaria, no entanto, de dizer algumas palavras para vocês nesta manhã; Eu gostaria de dizer um considerável – um bom número de palavras, mas talvez alguns vão responder.

Há um bom número na congregação, que estavam familiarizados com esta Igreja e reino desde sua ascensão, e que conheceram Joseph em sua primeira carreira no Evangelho. Há muitos aqui que têm pertencido à Igreja há quinze, dezesseis, e um pouco mais de vinte anos. Eu estou na Igreja há alguns dias menos de vinte e um anos, e há um número considerável que sei ter estado nela mais tempo que eu. Eles conheciam Joseph – o conheciam de semana a semana, e de ano a ano, eles sabiam o que ele fez, eles sabiam como ele falou, eles sabiam o espírito que possuía, eles estavam familiarizados com ele, é o mesmo espírito que eles possuem no dia presente – o espírito de “mormonismo”, o espírito do Evangelho. Vou perguntar a esses irmãos, e essas irmãs, se eles acreditam que Joseph Smith era um profeta de Deus? Se eles acreditam que ele magnificou seu chamado? Vou perguntar-lhes se Joseph viveu e morreu um Profeta de Deus, e o que eles respondem? Todos homens e mulheres sabem, pelo poder do Espírito Santo, pelo espírito que eles sabem disso, pela luz que neles há, pois luz apega-se à luz e verdade abraça a verdade. Estes atributos puros, como eu lhes disse aqui alguns domingos atrás, sustentam-se sobre sua base própria – o tecido se sustenta, mas a falsidade, e aquilo que é construído sobre ela, vai, mais cedo ou mais tarde, cair.

Quantas testemunhas poderíamos trazer, homens que estão sobre as ilhas do mar, em terras estrangeiras, e pessoas espalhadas pelos Estados Unidos, centenas e milhares em sua pobreza, que não são capazes de reunir-se com os Santos; Eu pergunto, o que eles testemunhariam se eles estivessem aqui hoje? Eles lhe diriam; e eles gritariam para que todo o mundo possa ouvir, se pudessem, que Joseph Smith era um homem chamado por Deus para construir o Seu reino nos últimos dias, em preparação para a vinda do Filho do Homem.

Há muitas testemunhas aqui, não apenas testemunhas de Joseph e sua carreira, mas testemunhas dos espíritos descontentes que vieram a esta Igreja, e saíram novamente. Há testemunhas de homens tentando se levantar e usurpar o lugar de Joseph em seu dia? Sim, há muitas testemunhas, que muitos homens tentaram. Há testemunhas aqui, da ascensão e queda de homens neste reino? Sim, muitas delas. Tenho testemunhado isso mais do que é agradável para mim. Isso me encanta ver homens entrando na Igreja, e magnificando o Santo Sacerdócio, mas é um problema grave ver homens que se afastam dos santos mandamentos que lhes foram dado, que se ajuntam a falsos espíritos, seguindo atrás de um fantasma, e sendo enganado pelo diabo – seduzindo-se pelo poder do inimigo, e dando lugar a ele até cairem. É uma fonte de pesar, mas nós testemunhamos isso, poderíamos citar muitos desta classe.

Deixe-me perguntar a esta congregação, a parte dela que estava em Jackson County; e novamente a porção que estava em Kirtland, nos dias de Joseph, e nos dias de abandonar Kirtland; em seguida, aqueles que estavam nos condados de Caldwell e Davis, Missouri; em seguida, perguntar a estes que estavam em Nauvoo no seu dia, e depois que ele foi morto; A estas porções da minha congregação que mencionei eu vou perguntar, o que produziu as perseguições e tristeza? Qual tem sido o ponto de partida de todas as suas aflições? Começaram com apóstatas no meio de vocês; esses espíritos descontentes causaram outros a entrar, pior do que eles, que iriam para fora e trazer todos os demônios possíveis. Esse tem sido o ponto de partida e a grande causa de todas as nossas dificuldades, cada vez que fomos expulsos. Não há testemunhas disso aqui? Sim, uma boa parte desta congregação são testemunhas destas coisas, embora muitos deles nunca viram Joseph, e não estavam pessoalmente familiarizados com ele.

Temos sido perseguidos – nós construímos casas, feito fazendas, cultivado a terra, domado a pradaria selvagem, e feito como o Jardim do Éden; Temos cercado, construído, e reunido substância em torno de nós muitas vezes, e quantas vezes fomos expulsos de nossas posses, até chegarmos a essa herança que agora gozamos nestes vales das montanhas.

Agora pense um momento, reflita e se pergunte o que vemos aqui? Estou chegando mais perto de casa, eu estou vindo a este lugar; O que vemos aqui? Vemos espíritos descontentes aqui? Nós vemos. Vemos apóstatas? Nós vemos. Vemos homens que estão seguindo atrás de espíritos falsos e enganosos? Sim. Quando um homem vem a público, como um diabo independente, e diz: “Maldito mormonismo, e todos os mórmons”, e se manda embora, não para o Texas, mas para a Califórnia, (você sabe que costumava ser para o Texas), eu digo que ele é um cavalheiro, comparado com um apóstata furtivo e desagradável que se opõe a nada exceto o cristianismo. Eu digo àquele, “Vai em paz, senhor, vá e prospere, se puder”. Mas temos um conjunto de espíritos aqui pior do que esse tipo. Quando eu saí da reunião, no último domingo, meus ouvidos foram saudados com um apóstata gritando nas ruas aqui.

Eu quero saber se qualquer um de vocês que tem o espírito do “mormonismo” em você, o espírito que Joseph e Hyrum tinha, ou que nós temos aqui, diria: Vamos ouvir os dois lados da questão, ouçamos e provemos todas as coisas? O que você quer provar? Você quer provar que um apóstata velho, que foi cortado da Igreja treze vezes por mentir, é algo digno de nota?

Ouvi dizer que um certo cavalheiro, um fabricante de fotos nesta cidade, que quando os meninos queriam puxar a carroça na qual este apóstata estava de pé, tornou-se violento com eles, dizendo: “Deixem este homem em paz, estes são os Santos quem estão perseguindo” (riso sarcástico). Queremos que tais homens se mudem para a Califórnia, ou qualquer lugar que escolherem. Eu digo às pessoas, você não deve flertar com perseguição aqui, a menos que receba tanta perseguição que não vai nem saber o que fazer com ela. Não flerte com perseguição. Conhecemos Gladden Bishop por mais de vinte anos, e sei que ele é um pobre e suja maldição. Aqui está a irmã Vilate Kimball, esposa do irmão Heber, que aguentou mais daquele homem o que qualquer outra mulher na terra poderia suportar, mas ela não o aguentará mais. Digo mais uma vez a vocês, Gladdenitas, não flertem com perseguição, ou vocês vai receber mais do que vocês queriam, e ela virá mais rápido do que vocês queriam. Eu digo a vós, Bispos, não permitam-lhes pregar em suas alas. Quem abriu as estradas por estes vales? Esse nojentinho do Smith e sua esposa? Não, eles ficaram em St. Louis enquanto eu fiz isto, vendendo fitas, e beijando os gentios. Eu sei que eles têm cobrado preços exorbitantes aqui, vendendo essas suas fitas fedorentas e desagradáveis. Nós abrimos as estradas nesta região. Agora, vocês Gladdenitas, mantenham suas matracas fechadas, para que não sobrevenha repentina destruição sobre vocês.

Vou contar-lhes um sonho que tive ontem à noite. Sonhei que estava no meio de um povo que estavam vestidos em trapos e farrapos, eles tinham turbantes sobre as cabeças, e estes também estavam pendurados em farrapos. Os panos eram de muitas cores, e, quando as pessoas andavam, eles ficavam tremulando. Seu objetivo com isso parecia ser chamar atenção. Disseram-me: “Nós somos mórmons, irmão Brigham”. “Não, vocês não são”, eu respondi. “Mas nós fomos,” eles disseram, e eles começaram a pular, e saltitar, e dançar, e seus trapos de muitas cores tremulavam em movimento, para atrair a atenção das pessoas. Eu disse: “Vocês não são Santos, vocês são uma vergonha para eles.” Diziam eles “Nós fomos mórmons”. Dali a pouco vieram alguns membros da turba e eles os saudaram com “Como vão, senhores, estamos felizes em vê-los”. E assim continuaram por uma hora. Eu me envergonhei deles, pois aos meus olhos eram uma desgraça ao “mormonismo”. Então eu vi dois vândalos, que eu conhecia por serem assassinos e membros de turbas, e eles subiram numa casam onde estavam uma de minhas esposas e meus filhos. Eu lhes disse, “Vocês que se chamam de irmãos, digam-me, esse é o tipo de que anda com vocês?” E eles me responderam, “Ah, eles são bons homens, eles são cavalheiros”. Com isso, eu peguei a minha grande faca Bowie, que eu costumava usar como um pino em Nauvoo, e cortei uma das suas gargantas de orelha a orelha, dizendo: “Vá para o inferno direto.” E outro me disse: “Você não se atreve a me matar assim.” Eu imediatamente saltei para cima dele, agarrei-o pelos cabelos da cabeça, e, trazendo-o para baixo, cortei sua garganta, e joguei-o sobre seu companheiro; em seguida, disse a ambos, se eles se comportassem que ainda os deixaria viver, mas se não o fizessem, eu arrancaria seus pescoços. Nisso eu acordei.

Eu digo, em vez de deixar os apóstatas florescerem aqui, vou desembainhar a minha faca Bowie, e vencer ou morrer. Agora, vocês apóstatas desagradáveis, sumam daqui, ou o julgamento será colocado à linha, e a justiça ao prumo. Se você diz que isso é certo, levante suas mãos. Vamos invocar o Senhor para nos ajudar com isso, e toda boa obra.

Depois que Alfred Smith foi chamado para ir em uma missão, ele não quis ir, e eu sabia que ele iria apostatar. Você supõe que depois que um homem se recusou a cumprir o seu chamado, ele pode reter o espírito da verdade, e ficar? Não pode. Eles dizem acreditar que Joseph Smith foi um profeta levantado para estabelecer a obra dos últimos dias, e trazer à luz o Livro de Mórmon; e, assim, eles enganam. Mas se você examiná-los você não encontra nada, exceto contradição a todos os princípios de verdade.

Eu me senti inspirado para falar o que lhes disse, embora minha garganta esteja inflamada, mas eu acho que o exercício a fará bem. Sinto-me inspirado para dizer ao judeu e ao gentio, Deixem esse povo em paz nesses vales nas montanhas, ou encontrarão aquilo que não estavam procurando. Nós estamos no lado do Senhor, e nós temos as ferramentas com as quais trabalhar. Afundará esse povo? Não. O tempo chegou em que Israel será redimida, e jamais será pisoteada novamente. Agora é o tempo, Joseph nos disse antes de ser assassinado, para aguardar que Sião virá. Eu quero que vocês ouçam, Bispos, o que estou prestes a dizer-lhe. Chutem estes homens para fora de suas alas. Se vocês quiserem apostatar, apostatem e se comportem. Vocês não devem perturbar minha paz, nem a paz deste povo. Se você quer ir para a Califórnia, vá, e sirva a Gladden Bishop lá, se quiser, mas não perturbem esta comunidade, ou então você vai encontrar o julgamento no fio da navalha. Não flertem com perseguição, pois, lembrem-se, vocês não está brincando com sombras, mas é a voz e a mão do Todo-Poderoso com que você está tentando brincar, e vocês vão se encontrar enganados se pensam o contrário.

Que o Senhor os abençoe, meus irmãos; e eu oro, o tempo todo, para que possamos ser preservados na verdade, que quando o Senhor tiver alguma coisa para nós, possamos estar prontos para recebê-lo e, assim, servir a Ele todo o dia. Se não tivermos sido empurrados longe o suficiente para desfrutar de paz, me diga aonde podemos ser levados para encontrá-la; e se os apóstatas nos seguir, deixem-nos seguir.”

— Brigham Young (Journal of Discourses 1:81)

Notem que a atual definição de “apóstata” inclui membros que discordam dos líderes ou expressam opiniões diferentes deles, membros que ensinam os ensinamentos de profetas e líderes do passado que não são autorizados pelos líderes atuais, membros que estejam em casamentos estáveis e monogâmicos LGBT, e membros que se batizam em outras igrejas. A posição oficial da Igreja atual é que “líderes do Sacerdócio devem tomar ações disciplinares contra apóstatas para proteger os membros da Igreja”. Isso justificaria o ensinamento agressivo de Brigham Young? Existem membros da Igreja SUD na atualidade que preconizam, ou secretamente fantasiam com, violência física contra mórmons com crenças ou opiniões diferentes das suas ou da ortodoxia institucional?

Um comentário sobre “Brigham Young: Como Lidar com Apóstatas

  1. Brigham Young, só queria poder, ele manipulou, pagou e mentiu para ser o Presidente da igreja, vejo através desse e de outros posts a mega guerra da crise de sucessão.
    Ele impôs medo, tentou afastar os que eram contra, ameçou etc.
    Agora me diga onde ficou o espírito de de Deus nisso?
    Minha opinião bem longe de Brigham Young.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s