Dallin Oaks: Igreja Permanecerá Homofóbica, Transfóbica

O profeta mórmon e 1º conselheiro na Primeira Presidência  da Igreja SUD, Dallin Oaks, anunciou com clareza inequívoca, na reunião de ontem durante a sessão de liderança da 189ª Conferência Geral Semi-anual d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, as intenções da Igreja em não apenas insistir em sua política de discriminação contra homossexuais, mas também de discriminar contra transgêneros e interssexuais.

Durante o seu anúncio, Oaks deixou claro que a doutrina oficial da Igreja nega a existência de pessoas interssexuais, transgêneros e reforça discriminação eclesiástica sistêmica contra homossexuais. Continuar lendo

Igreja Mórmon Ainda Não Aceita Casais do Mesmo Sexo – mesmo que ainda não barrem suas crianças

Os principais líderes d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias reverteram uma política que impedia que filhos menores de idade de casais do mesmo sexo se juntassem à igreja e participassem de seus rituais sagrados desde 2015.

Presidente Russell M. Nelson, meio, durante Conferência Geral em abril de 2019 (FOTO: AP/Rick Bowmer)

Muitas igrejas conservadoras se opõem às relações do mesmo sexo e o fazem com intensidade crescente desde a segunda metade do século 20. No caso dos Santos dos Últimos Dias, as razões para se opor ao casamento entre pessoas do mesmo sexo baseiam-se em sua teologia de uma “família real”, como queria Deus.

No entanto, como um estudioso de gênero e sexualidade no mormonismo, eu proponho que a decisão de impedir crianças de pais do mesmo sexo da igreja estava ligada à luta conservadora contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo que estava encontrando uma crescente aceitação na época em tribunais e em outros lugares. Continuar lendo

CNN: Profetas Mórmons Cedem à Pressão Pública

Reportagem da CNN focando nas recentes mudanças anunciadas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias indica que a súbita reversão de uma política declarada como “revelada por Deus” pode não ter sido recebido com a aprovação pública que muitos esperavam.

Presidente Dallin H Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (à esquerda) com o Profeta Presidente Russell M Nelson (à direita), ambos citados como arquitetos da agora rescindida política de discriminação de 2015.

O artigo da CNN discorre sobre como o anúncio desta semana sugere que os profetas mórmons alteram e moldam suas revelações de acordo com pressões de opinião pública, pregaram homofobia que resultou em milhares de membros abandonando a fé, e dezenas de casos de suicídio. Além disso, o artigo argumenta que este anúncio sinaliza que os profetas mórmons, e suas revelações, são suscetíveis a pressão social.

Abaixo seguem alguns pontos principais do artigo da CNN sobre o anúncio da nova política da Igreja SUD sobre famílias LGBT. Continuar lendo

Igreja Mórmon Reverte Revelação Sobre Famílias LGBT

Cinco de Novembro é uma data histórica, ainda que em infâmia, para membros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as quer.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as queria, e ainda se propunha a destruir esses lares. Aparentemente, não mais?

Foi nessa data em 2015 que descobriu-se, em parte através de uma denúncia anônima, que a Igreja Mórmon, sob a liderança do Profeta Thomas S Monson, havia oficializado a discriminação institucional contra famílias LGBT.

Na época, o atual Profeta e Presidente da Igreja Russell M Nelson, então servindo como Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, assegurou os membros fiéis que tal política discriminatória, confirmada por nota oficial publicada pela própria Primeira Presidência, havia sido fruta de uma revelação divina:

“Cada um de nós durante esse momento sagrado sentiu uma confirmação espiritual … Foi o nosso privilégio como apóstolos sustentar o que havia sido revelado ao Presidente Monson.”

“A Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos aconselhou-se juntos e compartilhou tudo que o Senhor dirigiu-nos a compreender e sentir, individual e coletivamente … E então, vemos a inspiração do Senhor sobre o presidente da Igreja para proclamar a vontade do Senhor.”

Agora, após 3 anos e meio insistindo que essa política era uma ordem direta e inquestionável de Deus, a Igreja sob a liderança de Nelson volta atrás e a rescinde. Continuar lendo

Mórmon assume como Primeira-Ministra da Nova Zelândia

Pela primeira vez na história do mormonismo, assumirá hoje o cargo de chefe do poder executivo de uma nação, uma nação considerada de “primeiro mundo” diga-se, uma pessoa que nasceu e cresceu dentro da fé mórmon.

Jacinda Kate Laurell Ardern, de 37 anos de idade, assumiu hoje o posto de Continuar lendo

Igreja Mórmon Contra Trans

Com menos de um mês de administração do Presidente Donald Trump, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias assinou e entregou um documento legal chamado amicus curiae à Suprema Corte do país em repúdio a uma diretriz do Ministério da Educação norte-americano que protege o direito de estudantes transgêneros a utilizar toaletes públicos designados ao gênero com o qual se identificam.

trans

A Igreja Mórmon, como é popularmente conhecida, anunciou na sexta-feira passada que se juntava a 6 outras igrejas para peticionar a Suprema Corte para bloquear a proteção federal dos direitos civis de pessoas transgêneros através dessa extensão da Lei Federal Título IX.

Ironicamente, a Igreja SUD recentemente sofreu enorme pressão pública justamente por violar essa mesma lei federal ao permitir a punição de meninas Continuar lendo

Liberdade Religiosa = Intolerância e Discriminação?

A Igreja Mórmon, finalmente, admite para seu público brasileiro, ainda que tacitamente, que “liberdade religiosa” é o seu código idiossincrático para “intolerância contra e discriminação de pessoas LGBT”.

Presidente Ronald A. Rasband da Presidencia dos Setenta Fotografia: Mark A. Philbrick/BYU Copyright BYU Photo 2015 All Rights Reserved photo@byu.edu (801)422-7322

Então Presidente Ronald A. Rasband da Presidência dos Setenta
Fotografia: Mark A. Philbrick/BYU
Copyright BYU Photo 2015

A revista oficial da Igreja SUD A Liahona reproduz, em parte, um discurso de um ano atrás proferido pelo então Presidente dos Setenta Ronald Rasband (que, desde então, foi promovido a Apóstolo), onde Rasband tenta justificar os investimentos financeiros e políticos da Igreja SUD contra direitos civis de pessoas e famílias LGBT como uma cruzada para “defender liberdade religiosa”.

Rasband abre seu discurso intitulado “Liberdade Religiosa e Equidade para Todos”, e publicado sob o título “Fé, Equidade e Liberdade Religiosa” em português, admitindo que a maioria das Continuar lendo

6 Missionários Mórmons Expulsos da Rússia

6 missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foram expulsos e deportados da Rússia no último mês.

Drake Oldham, um dos 6 missionários SUD deportados da Rússia, posando em frente a um tanque de guerra. Note a ausência da costumeira plaqueta de identificação.

Drake Oldham, um dos 6 missionários SUD deportados da Rússia, posando para foto jocosa. Note a ausência da costumeira plaqueta de identificação.

Apesar da Igreja Mórmon ter encontrado um meio ardilo porém tecnicamente válido para tentar enganar o governo russo e burlar a sua nova lei antiterrorista para manter seus missionários no país, e de ainda manter 7 missões em território russo, 6 de seus missionários foram deportados desde que entrou em vigência há um mês.

Entenda o caso. Continuar lendo

Igreja Mórmon Burla Lei Russa

A Igreja Mórmon decide tentar enganar o governo russo burlando a sua nova lei antiterrorista para manter seus missionários no país.

Líderes das religiões tradicionais na Rússia e representantes estudantis celebram cerimônia com o Presidente Vladimir Putin dedicada à união nacional em 2012.

Eric Hawkins, porta-voz d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, anunciou que um email foi enviado a todos os familiares e pais de seus missionários servindo na Rússia com instruções oficiais de como a Igreja planeja tergiversar a nova lei sem tecnicamente quebrá-la.

Entenda o caso. Continuar lendo

Rússia Ameaça Liberdade Religiosa, Igreja Mórmon Responde

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou nesta semana uma lei antiterrorista que severamente restringe os direitos civis de seus cidadãos e ainda restringe liberdades religiosas no país.

Líderes das religiões tradicionais na Rússia e representantes estudantis celebram cerimônia com o Presidente Vladimir Putin dedicada à união nacional em 2012.

A lei que Putin assinou exige que empresas de telecomunicações armazenem gravações de ligações telefônicas, mensagens de texto, e uso de internet de todas as pessoas em território russo por no mínimo 6 meses, e obriga empresas de redes sociais (e.g., Facebook, Telegram, Twitter, WhatsApp, etc.) a fornecer códigos de decriptação para o serviço de inteligência governamental FSB (antiga KGB). Ademais, ela explicitamente proíbe expressões consideradas como extremistas, autorizando a vigilância de correios regulares e eletrônicos, e obrigando cidadãos a denunciar atividades suspeitas sob duras penas.

Além de infringir direitos civis de privacidade e liberdade de expressão de seus cidadãos e estrangeiros expatriados, a Lei Yarovaya, que entrará em vigor no final deste mês, restringe a liberdade religiosa de igrejas como a Igreja Mórmon ao proibir Continuar lendo

Vice-Governador Mórmon Pede Desculpas por Homofobia

O vice-governador do estado de Utah, Spencer Cox, proferiu um emocionado, sincero, e tocante discurso em honra às vítimas do recente atentado terrorista em Orlando no qual ele pede desculpas à comunidade LGBT pela homofobia do passado.

Vice-governador de Utah, Spencer Cox (Foto: KUTV)

Vice-governador de Utah, Spencer Cox, discursa para LGBT e aliados (Foto: KUTV)

Membro ativo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e do Partido Republicano, Cox admite ter crescido com noções e atitudes homofóbicas dos quais ele se arrepende e pelos quais pede sinceras desculpas, reconhecendo ter demorado para perceber a discriminação, o preconceito, e o ódio frequentemente imposto a esse grupo minoritário.

O discurso de Cox viralizou na internet e foi muito bem recebido pela mídia jornalística, exceto pelo jornal da Igreja SUD. Continuar lendo

Estas Três Coisas São Verdadeiras

Reflexões de uma acadêmica mórmon

Autora convidada: Melissa Inouye

Jesus Cristo. Crianças. Mórmons. Mormonismo.

Detalhe de “Deixai as crianças”, pintura de Carl Heinrich Bloch.

Divisões agudas tornam difícil identificar “como os mórmons se sentem” sobre a política que barra crianças de pais em casamentos homossexuais de bênçãos ou batismo n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Mas estas três coisas são verdadeiras:

  1. Mormonismo é carismático;
  2. Mormonismo é organizado;
  3. Mormonismo é os mórmons.

Por “Mormonismo é carismático” (do termo charismata, ou dons do Espírito Santo, incluindo visões, curas, profecia, etc.), quero dizer que sua existência como tradição religiosa está predicada sobre certas histórias miraculosas serem reais: primeiro e acima de tudo, o nascimento e missão divina de Jesus Cristo, cuja vida estabeleceu um exemplo perfeito; após, as visões e inspiração dadas a Joseph Smith, um profeta chamado para revelar novas maneiras de entender a relação da humanidade com Deus. A afirmação do mormonismo de uma conexão continua com Deus através de revelação profética e também pessoal é como um cabo de alta tensão vivo — um conduto para o poder, mas também uma série responsabilidade. Por um lado, a experiência pessoal do Espírito é verdadeiramente miraculosa — uma abençoada anomalia, uma reorientação que muda a vida, uma alegria. Por outro, na história dos movimentos religiosos, poder carismático leva inevitavelmente a cismas. Continuar lendo

Apóstolo Russell Ballard Ofende Famílias LGBT

Russell Ballard, Apóstolo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, recebeu a homenagem de ser o palestrante principal na última reunião do Congresso Mundial de Famílias.

M Russell Ballard

Embora o discurso em si não tenha inovado em conteúdo para Mórmons bem informados (ou leitores deste site), o contexto da honra desse convite, porém, é muito mais notável que o fato em si.

Eis os pontos chaves do discurso de Russell Ballard: Continuar lendo

Funcionária Homofóbica Criticada por Apóstolo Mórmon

Para Dallin H. Oaks, funcionários públicos não devem usar a religião para descumprir a lei

Kim Davis (Ty Wright/Getty Images)

A tabeliã Kim Davis recusa-se a cumprir a lei e emitir certidões de casamento para casais homossexuais citando “motivos religiosos”. (Ty Wright/Getty Images)

Religião e Estado

Na última terça-feira, Dallin H. Oaks defendeu a convivência harmoniosa entre religiões e o governo. O membro do Quórum dos Doze foi palestrante em uma conferência para clérigos e profissionais de direito, realizada na cidade de Sacramento, na Califórnia, estado onde a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias teve papel fundamental para a aprovação da Proposição 8.

Na opinião do juiz aposentado e segundo Apóstolo mais sênior: Continuar lendo

Poligamia: próxima fronteira da igualdade?

Vicki, Nathan e Christine Collier

Vicki, Nathan e Christine Collier

Um dos votos contrários à legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Suprema Corte dos EUA, o juiz John Roberts afirmou que os mesmos argumentos em favor de tais uniões poderiam ser usados para legalizar a poligamia. De acordo com ele,

Se um casal de pessoas do mesmo sexo tem o direito constitucional de casar porque seus filhos de outra forma “sofreriam o estigma de saberem que suas família são de alguma forma inferiores”, por que o mesmo raciocínio não se aplicaria a uma família de três ou mais pessoas criando filhos?

Afirmações similares sobre a suposta caixa de Pandora que o casamento gay abrirá podem ser encontradas sem dificuldade na internet. O debate que nos parece relevante aos estudiosos do mormonismo, porém, é se há de fato a possibilidade de a poligamia vir a ser descriminalizada ou legalizada.

Nesta semana, motivados pela nova legislação sobre igualdade de casamento, uma família mórmon fundamentalista no estado de Montana solicitou uma certidão de casamento civil para o marido e a segunda esposa. Continuar lendo