Chamada de trabalhos para a IV Conferência Brasileira de Estudos Mórmons

IV Conferência Brasileira de Estudos Mórmons

Conferência Anual da ABEM

(Associação Brasileira de Estudos Mórmons)


Tema

“A Relação entre Sede e Periferia na Igreja SUD”

19 de janeiro de 2013

São Paulo, Brasil


Chamada de Trabalhos


Em 1830, Joseph Smith organizou a Igreja de Cristo em Manchester, no estado de Nova Iorque, quando o movimento contava com apenas três congregações distintas: uma em Manchester/Palmyra, outra em South Bainbridge (NY) e a terceira em Harmony (PA). Em pouco mais de um ano, Smith concentrou as três congregações na região de uma quarta e nova, orientando todos os seus seguidores a migrar para Kirtland, em Ohio. Alguns anos mais e Smith fundou outra congregação em Missouri, e passou a concentrar os novos conversos entre essas duas sedes. Eventos adversos os forçaram a abandonar Ohio, e em seguida Missouri, e Smith fundou uma nova cidade aonde migrariam todos os Mórmons: Nauvoo, em Illinois. Em 1847, após o assassinato de Joseph Smith, Brigham Young relocou os Santos e fundou um novo território em Utah.

Durante todo o século XIX, o Mormonismo exibiu uma característica singular: centralizadora e migratória. Membros eram incentivados a migrar para “Sião”, o centro gravitacional da Igreja, ou como alguns autores denominam, a “sede”. Durante a primeira metade do século XX essa política evoluiu para um conceito mais congregacional, onde a Igreja estabelecia grupos de correligionistas em locais distintos, eventualmente espalhados por todo o mundo, sem as pressões migratórias e sem a ênfase na “sede”.

Não obstante, essa política centralizadora deixou marcas culturais e institucionais profundas. Muito se discute as diferenças e as distinções entre as características da Igreja na “sede” e fora dela, i.e., na periferia. O Brasil nunca pertenceu à “sede” e nunca participou dos processos institucionais com representação na “sede”, o que leva a inúmeras perguntas:

– Quais são as diferenças entre a Igreja na “sede” (e.g., Utah ou EUA) e no Brasil?

– Quais os impactos destas diferenças nos membros SUD brasileiros?

– Quais as vantagens e os benefícios destas diferenças? Quais as desvantagens? Quais as consequências?

– Como SUD no Brasil, como estas diferenças lhes impactam como religioso?

– Como tais diferenças influenciam os estilos de liderança no Brasil? As práticas culturais? As crenças?

– Quais as diferenças para os Mórmons de outras denominações no Brasil, ou na América Latina?

O comitê organizador da ABEM gostaria de convidá-los a enviar propostas de painéis, mesas-redondas, trabalhos, e apresentações acadêmicas que explorem as consequências idiossincráticas de se vivenciar o Mormonismo na periferia do movimento e da Igreja. Apresentações artísticas e literárias serão igualmente encorajadas. Interessados em apresentar artigos ou organizar mesas-redondas deverão enviar seus resumos de 250 palavras até a data-limite de 31 de outubro de 2012. Os inscritos serão notificados pela comissão avaliadora sobre sua proposta até o dia 30 de novembro. Versões completas dos trabalhos aceitos deverão ser enviadas até o dia 01 de janeiro de 2013. Os trabalhos devem ser suficientes para um tempo de apresentação de 20 a 25 minutos (aproximadamente 3000 palavras), depois do qual será reservado um período para perguntas e respostas.

Favor enviar propostas de 250 palavras, com CV resumido de 1 página, para o seguinte e-mail até a data limite de 31 de Outubro de 2012: BMSC10@gmail.com

O local da IV Conferência Brasileira de Estudos Mórmons será na Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, 345 (sobreloja), em São Paulo, SP.

Para a chamada de trabalhos em inglês, clique aqui.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.