Brigham Young: Por Que Adão?

Brigham YoungBrigham Young, em discurso no famoso Tabernáculo Mórmon em 08 de junho de 1873, explica porque Adão se chamava Adão:

“O mistério é assim, como com os milagres, ou qualquer outra coisa, apenas um mistério para aqueles que são ignorantes. O Pai Adão veio até aqui, e então lhe trouxeram sua esposa. ‘Bom’, dirá alguém, ‘por que Adão foi chamado de Adão’? Ele foi o primeiro homem na Terra, e seu arquiteto e seu criador. Ele, com a ajuda de seus irmãos, a trouxe à existência.

Então Ele disse: “Eu quero que meus filhos, que estão no mundo espiritual, venham e habitem aqui. Certa vez Eu habitei uma Terra parecida com esta, num estado mortal, Eu fui fiel, Eu recebi minha coroa e minha exaltação. Eu tenho o privilégio de extender minha obra, e ao seu acréscimo não haverá fim. Eu quero que meus filhos, que me foram nascidos no mundo espiritual, venham até aqui e assumam tabernáculos de carne, para que seus espíritos possam tem um lar, um tabernáculo ou um habitáculo como o meu tem, e onde está o mistério?”

O discurso inteiro de Brigham Young merece atenção cuidadosa (publicado originalmente no Deseret News, pp.4-5, vol. 22:308, 18 Junho 1873). Seguem alguns trechos interessantes deste mesmo discurso:

“Quanta descrença existe nas mentes do Santos dos Últimos Dias com respeito à uma doutrina em particular que eu revelei a eles, e que Deus revelou-me – a saber, que Adão é nosso Pai e nosso Deus – eu não sei, eu não pergunto, eu não me importo.  Nosso Pai Adão ajudou a criar esta Terra, ela foi criada expressamente para Ele, e após criada Ele e seus companheiros vieram aqui. Ele trouxe uma de suas esposas consigo, e ela foi chamada de Eva, porque fora a primeira mulher na Terra. Nosso Pai Adão é o homem que fica aos portões e possui as chaves da vida eterna e da salvação para todos os seus filhos que já vieram ou que virão a esta Terra.”

“Onde está o mistério nisso? Dizemos que o Pai Adão veio aqui e ajudou a criar a Terra. Quem é ele? Ele é Miguel, o grande príncipe, e foi dito a ele por Elohim: ‘Vai e Fazei uma Terra’. Onde está o grande mistério? Ele veio e formou a Terra. Geólogos dizem que ela está aqui há milhões de anos. Como é que eles sabem? Eles não sabem nada disso. Mas suponha que estivesse? Qual é o problema? Adão a achou em estado de caos, desorganizada e incompleta. Filósofos, novamente, ao falar sobre o desenvolvimento dos produtos da Terra, por exemplo, dizem que no reino vegetal as pequenas fibras cresceram primeiro e só depois a vegetação maior. Quando este estágio preparatório foi completado então vieram as várias ordens de criação animal; e finalmente apareceu o homem. Não interessa se estas noções são verdadeiras ou não, elas são mais ou menos especulativas. Adão veio até aqui e a colocou em ordem para que lhe prouvesse para começar com Seu projeto.”

“Eu não culpo a Mãe Eva, eu não trocaria ela partilhando do fruto proibido por nada neste mundo. Eu não daria nada se não pudesse entender a luz da escuridão. Posso entender entre o azedo e o doce, assim como você. Nisto está a inteligência, mas junte tudo e faça máquinas de seus professores, e onde estará a glória ou a exaltação? Não há nenhuma. Eles devem passar por todos os mesmos desafios que os Deuses, para que saibam distinguir o bem do mal, como confortar os tentados, cansados e fracos, e como estender a mão misericordiosa para salvar o pecador em queda.”

“Alguns podem dizer: ‘Mas, irmão Brigham, você parece saber tudo’. E eu digo: ‘Não, eu só sei um pouco, mas eu tenho uma eternidade de conhecimento diante de mim, e nunca imagino que chegará o dia em que não terei mais o que aprender, nunca, não nunca, mas eu espero continuar aprendendo para sempre, indo de exaltação a exaltação, de glória a glória, de poder a poder, sempre seguindo adiante para maiores e mais altas estações, como os Deuses o fazem’. Esta é uma ideia que afoga todo o mundo Cristão em um instante. Que tentem entender isso sem terra à vista e sem barco, e se tivessem barco, sem vela, compasso, ou leme. ‘O que?’ exclamam, “Não sabe o Senhor tudo?’ Bom, se Ele sabe, deve saber uma quantidade imensa. Não importa, a mente humana não pode compreender isso da mesma maneira que não pode compreender os céus além do limite do tempo e do espaço nos quais os Cristãos esperam sentar-se e cantar em felicidade eterna, ode dizem que viverão para sempre e por toda eternidade.

Se olharmos adiante, poderemos compreender um pouco da ideia do que será viver por toda eternidade e para sempre; mas olhando para trás, e tente contemplar e meditar no fato de que nunca houve um começo e estará perdido imediatamente. O presente e o futuro podemos compreender um pouco, mas o passado é o todo um branco, e é certo que assim o seja. Mas se formos fiéis nas coisas de Deus, elas se nos abrirão, abrir-se-ão, e nossas mentes se expandirão, alcançar mais adiante e receber mais e mais, e eventualmente poderemos começar a ver que os Deuses existiram para sempre e por toda eternidade.”

O discurso inteiro de Brigham Young, como publicado originalmente no jornal oficial da Igreja SUD, o Deseret Weekly News, pp.4-5 encontra-se disponível para leitura em cópia escaneada da publicação. O discurso icônico de Brigham Young elaborando na sua crença de que Adão, ou Miguel, é nosso Pai Celestial encontra-se em Journal of Discourses 1:50.

51 comentários sobre “Brigham Young: Por Que Adão?

  1. Se essa doutrina ainda fosse válida hoje em dia seria meio difícil encontrar apoio Bíblico ou mesmo no livro de Mórmon. Como seria? O pai criador expulsaria a si mesmo do paraíso? Ou talvez Adão seria mais um dos “deuses Criadores” (seria até bonito, se não filosófico! pensar em um Deus vindo pessoalmente para a terra perpetuar a espécie humana fisicamente) E jesus Cristo, orava e chamava de “Abba” a quem? Adão ou outro ser Divino maior que eles? Interessante muito interessante. Existe algum documento em que Joseph partilha desta mesma visão ? ou pelo menos dá a entender?

    • no discurso dele, eu nao o vi dizer q MIGUEL é ELOHIM….seres distintos no discurso dele…ate pq BRIGHAM fala q ELOHIM o ordenou pra fazer a terra…. ADÃO É NOSSO PAI, mas nao nosso DEUS. A confusão é a opinião dele em dizer q adão é nosso deus. Mas fora isso…o discurso é fato

  2. É tanta doutrina de B. Young hoje deixada de lado pela Igreja que fico imaginando o que aconteceria se um membro recém converso tivesse acesso a isso tudo. Seria uma completa confusão cognitiva.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.