Mormonismo e Ciência

Citações de Brigham Young, Joseph F. Smith, Dallin Oaks, e John Taylor.

Brigham Young, John Taylor, Joseph F. Smith, Dallin H. Oaks

O que disseram sobre o assunto da relação entre a fé Mórmon e as Ciências?

Brigham Young:

“Não me surpreende a infidelidade que permeia a maioria dos habitantes da Terra, pois os professores religiosos dos povos pregam ideias e noções da verdade que estão em oposição e contradição aos fatos demonstrados pela Ciência, e que são geralmente aceitos… Nesse aspecto nos distinguimos do resto do mundo Cristão, pois nossa religião não entre em conflito e não contradiz os fatos da Ciência de qualquer maneira.”

Brigham Young:

“Nossa religião abraça toda verdade e todo fato em existência, não importa se nos céus, na Terra, ou no inferno. Um fato é um fato, toda verdade advém da Fonte da verdade, e as Ciências são fatos, tanto que os homens os provaram.”

Joseph F. Smith:

“Nossa religião não é hostil à verdadeira Ciência. Aquilo que foi comprovado, nós aceitamos com alegria.”

Dallin H. Oaks:

“Santos dos Últimos Dias devem procurar usar tanto Ciência como religião para aumentar seus conhecimentos e construir sua fé. Mas devem faze-lo com o cuidado contra o risco significativo de, ao se esforçar para extinguir a separação entre os estudos científicos e a fé religiosa, promover um nível de performance de baixa padrão, onde a religião e a Ciência diluem uma a outra ao invés de fortalecer ambas. Para alguns, o esforço de misturar razão e fé pode resultar num academicismo irracional ou religião fajuta, ambas condições demonstravelmente piores que na separação destas.”

John Taylor:

“…nossa religião… abraça qualquer princípio de verdade e inteligência… que dizem respeito a este mundo e ao mundo vindouro. Estamos abertos a verdade de todos os tipos, não importando de onde vem, de onde origina, e quem acredita… O homem em busca da verdade não tem nenhum sistema específico para apoiar, nenhum dogma específico para defender, ou teoria para sustentar; ele abraça todas as verdades…”


Brigham Young; Presidente da Igreja (1847-1877) e Apóstolo (1835-1847): JD 14:115 e 117
John Taylor; Presidente da Igreja (1880-1887) e Apóstolo (1838-1880): JD 16:369-370
Joseph F. Smith; Presidente da Igreja (1901-1918), Apóstolo (1866-1901), Conselheiro na Primeira Presidência (1866-1877, 1880-1887, 1889-1901): Deseret Evening News, 07 DEZ 1910, p. 3
Dallin H. Oaks; Apóstolo (1984-presente): Oaks, Dallin H. Life’s Lessons Learned: Personal Reflections. 2001, pp. 58-59.

9 comentários sobre “Mormonismo e Ciência

      • Desculpe Marcello, mas não te entendo, uma hora postar um artigo que mostrar o Pres Joseph F Smith como o inimigo numero 1 da ciência dentro da Igreja, agora escreve isso.

        Joseph F. Smith:

        “Nossa religião não é hostil à verdadeira Ciência. Aquilo que foi comprovado, nós aceitamos com alegria.”

        Isto é totalmente contraditório do meu ponto de vista com tudo com que você postou em ■Mórmons Contra Ciência?

      • Obrigado pela indagação pertinente, José Aparecido.

        1) Joseph F. Smith (1838-1918) foi o sexto Presidente da Igreja (1901-1918). Seu filho Joseph Fielding Smith (1876-1972) foi o décimo Presidente da Igreja (1970-1972).

        Ambos se chamavam Joseph Fielding Smith, embora o filho tivesse o apêndice ‘Junior’. É convenção dentro da Igreja desde o século XIX, e também utilizada nos meios acadêmicos, utilizar Joseph F. para o pai e Joseph Fielding para o filho.

        2) Joseph Fielding Smith (jr.) sempre foi hostil à Ciência. Joseph F. Smith (sr.) demonstrava respeito e admiração à Ciência, como você pode ler acima. Inclusive, durante sua presidência, ele publicou duas cartas oficiais afirmando a neutralidade da Igreja concernente a Teoria da Evolução, deixando a entender que a Teoria científica não apresentava problemas com a teologia Mórmon.

        Eu não tenho nenhuma ilusão que os líderes religiosos mencionados acima tivessem aceitado todas as linhas de pesquisa ou descobertas científicas, até por que eu tenho consciência que muitas das descobertas científicas apresentaram — e apresentam — desafios para pensamentos religiosos. Mas, pra mim, o importante é que estes líderes mostraram-se dispostos a aprender e a evoluir junto, e não temerosos e desejosos de “retornar ao passado” da ignorância científica.

        Ao meu ver, mesmo que em pequena escala, isso os torna heróis do Mormonismo.

      • Marcello obrigado pelos esclarecimentos, também tenho a opinião que todo aquele que consegue absorver e passa a defender conceitos cientificos muitas vezes conflitantes com as “verdades absolutas” é digno de elogio seja ele um Lider , ou um simples membro.

  1. Pingback: Palavra de Sabedoria e a Ciência | Vozes Mórmons

  2. Pingback: Mórmons Contra Ciência? | Vozes Mórmons

  3. Se Brigham Young estivesse hoje lendo o que a ciência diz a respeito da arqueologia, geografia e história do livro de mormon, com certeza essa declaração se tornaria obsoleta, e ele diria: “esqueçam tudo que foi dito”.

    • E os santos Spurgeon, Calvino e Lutero iriam ter um colapso ao ver o baguncismo que virou seu amado protestantismo…

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s