Heber C. Kimball: Deus Não Ama Monógamos

O Presidente Heber C. Kimball, primeiro conselheiro na Primeira Presidência, fez os seguintes comentários sobre monogamia e poligamia na Conferência Geral de abril de 1857, explicando como Deus abençoa senhores de idade que se casam com esposas plurais supostamente jovens:

Heber C. Kimball, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência (1847-1868)

“Eu não teria medo de prometer a um homem com sessenta anos de idade, se ele ouvir o conselho do irmão Brigham e de seus líderes, que ele vai rejuvenecer-se em sua idade. Eu tenho notado que um homem que tem só uma esposa, e está inclinado a essa doutrina, que logo começa a murchar e secar, enquanto um homem que entra em pluralidade [de esposas] parece refrescado, jovem e enérgico. Por que é assim? Porque Deus ama aquele homem, e porque ele honra Sua obra e Sua palavra. Alguns de vocês podem não acreditar nisso; mas eu não só acredito nisso – eu também sei disso. Para um homem de Deus ser confinado a uma esposa é um mau negócio; pois já é tanto quanto nós podemos aguentar agora para manter-nos sob os fardos que temos de suportar; e eu não sei o que deveriamos fazer se tivéssemos apenas uma esposa cada.”

— Heber C. Kimball (Journal of Discourses 5:18)

 

Mulheres mórmons da Igreja Fundamentalista, em pleno século XXI, representam bem o legado histórico deixado pelos líderes mórmons do século XIX que mórmons da Igreja SUD rejeitam.


Leia também

Igreja Mórmon no Reino Unido Ordena Mulheres

Mórmons Aceitam Ordenar Mulheres?

Brigham Young: Direitos da Mulher

Apóstolo Russell Ballard Ofende Mulheres

Ensinamentos de Joseph Smith sobre Mulheres

Mulheres Mórmons Negras

Mulheres integrarão comitês gerais da Igreja SUD

As Mulheres de Utah

Mulheres: Não Falem Demais

Revistas da Igreja Cedem Às Mulheres

Movimento Mórmon Ordene As Mulheres

6 comentários sobre “Heber C. Kimball: Deus Não Ama Monógamos

  1. “Eu tenho notado que um homem que tem só uma esposa, e está inclinado a essa doutrina, que logo começa a murchar e secar, enquanto um homem que entra em pluralidade [de esposas] parece refrescado, jovem e enérgico.”

    É apenas outra maneira de se dizer como se fala aqui no nordeste: “Pra cavalo velho o remédio é capim novo!”

  2. Caro Hico, a escravidão que hoje não aceitamos e achamos um absurdo até pouco tempo era aceita e ensinada como natural e necessária. Os fatos históricos devem ser vistos dentro de seu contexto e tempo para melhor julgarmos os indivíduos e sua época. Não compartilho das idéias de Heber C. Kimball por muitas razões mas entendo que dentro de seu tempo e das crenças mórmons de sua época isso com certeza não era um absurdo visto que desconheço qualquer critica contrária por partes dos líderes ou membros na época. Provavelmente eu ou você como membros da igreja na época de Heber ao final de seu discurso o acompanharíamos juntamente com a congregação num sonoro Amém.

  3. Acho tão pouco inteligente quando alguém justifica a poligamia mórmon como sendo algo natural “dentro do seu contexto e tempo”… Parece até que os EUA da era vitoriana era uma espécie de islã, onde a poligamia era normal. Então, tá.

  4. Acho que a igreja devia ver a poligamia com mais naturalidade, esse negócio dos assuntos públicos ficarem se escondendo desse tema é pura baboseira.Veja um exemplo de gente que gostava da coisa! Agora ficam aí enrolando inventando mi mi mi tentando tirar da igreja esse passado verdadeiro e real.SAIAM DO ARMÁRIO kkkk.Fica até contraditório vc lutar contra mudanças nos casamentos e suas relações visto que no passado fomos perseguidos por termos justamente rompido com as práticas matrimoniais da época.DISCRIÇÃO é a palavra chave! Vamos nos defender dentro de nosso quadrado.Sem partir pro ataque aberto…Acho isso um boa estratégia.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s