Novo Site da Igreja SUD para Mórmons Gays

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias lançou hoje um novo site dedicado a melhorar a relação entre a instituição, seus membros, e especialmente seus membros LGBT e familiares.

mormon-and-gay

Conheça as mudanças exibidas nesse novo site.

Há quatro anos atrás nós havíamos noticiado o lançamento do site oficial denominando “Mórmons e Gays”, onde a Igreja anunciava a crença oficial que homossexualidade não era uma escolha, mas sim uma característica inata individual, o que contrariava décadas de ensinamentos de Profetas e Apóstolos.

“A experiência da atração do mesmo sexo é uma realidade complexa para muitas pessoas. A atração em si não é um pecado, mas agir por ela sim. Embora indivíduos não escolham sentir tais atrações, eles escolhem como responderão a elas. Com amor e compreensão, a Igreja se abre a todos os filhos de Deus, incluindo a nossos irmãos e irmãs gays e lésbicas.”

O site manteve-se absolutamente intacto e inalterado entre seu lançamento em dezembro de 2012 e ontem, mas agora a Igreja decide lançar um novo site, ou melhor, lançar o mesmo site mas com outra cara.

Muita coisa aconteceu nesses quatro anos.

2008 foi o ano quando a retórica antigay da Igreja SUD se intensificou publicamente por causa da campanha política da Proposição 8 na Califórnia, e a reação pública, tanto dentro como fora, mas especialmente fora da Igreja, foi intensa e negativa. [Leia detalhes aqui]

Entre 2009 e 2012, a Igreja gastou centenas de milhões de dólares em campanhas publicitárias para tentar reverter o dano de relações públicas. Como parte dessa campanha multimilionária, a Igreja lançou seu site mormonsandgays  [Leia detalhes aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui].

Não obstante, houve uma nova e clara mudança na política oficial da Igreja em novembro de 2015, determinando que a posição oficial da Igreja SUD deveria ser de discriminar contra crianças em famílias LGBT e contra jovens SUD de orientação LGBT. Novamente, a reação publica foi intensamente negativa, tanto fora como dentro, mas especialmente dentro da Igreja, desta vez. Milhares de membros pediram resignações para sair da Igreja e saíram às ruas para protestar.  [Leia detalhes aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui]

Além do mais, um aumento súbito em suicídios entre jovens membros da Igreja e pessoalmente orientados como LGBT tornou a questão ainda mais problemática. Há alguns meses atrás nós publicamos outro artigo sobre um excelente estudo estatístico, cruzando dados de suicídios de jovens adolescentes levantados pela agência gorvenamental Center for Disease Control entre 2009 e 2014 com dados populacionais religiosos produzidos pelo  Relatório Pew de Censo Religioso de 2014, demonstrando a tendência. Ademais, publicamos o resultado de ainda outro estudo levantando dados de suicidios entre jovens em Utah de 2008 para cá, demonstrando um aumento estatístico dramático. Dezenas de relatos durante o último ano sugerem que o problema se intensificou ainda mais desde o anúncio da política nova da Igreja SUD no último ano, levando mães SUD, desses e outros jovens LGBT, a unirem-se e formar um grupo de ativistas dedicados a defender suas crianças da Igreja SUD.  [Leia detalhes aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui]

É nesse contexto de 2016 que a Igreja decide, após 4 anos de completo silêncio e inatividade, atualizar seu site dedicado a tratar do assunto “mórmons e gays”. E a primeira diferença do novo site ao velho é justamente isso: Ao invés de chamar-se “mórmons e gays”, chama “mórmon e gay“. Supostamente, essa mudança deve suavizar o conflito entre membros da Igreja (e a Igreja em si) e a comunidade LGBT, tirando o foco da relação entre ambas comunidades e focando no indivíduo que venha a ser tanto mórmon como gay.

Outra mudança marcante é o fato do site estar atrelado ao site oficial da Igreja. Não era incomum ouvir membros da Igreja duvidando que o site antigo fosse real e oficialmente publicado pela Igreja [esse tipo de desconfiança e medo de mórmons de ler algo que não seja oficial e autorizado pela Igreja é muito comum e frequente], e agora o site deixa de ter um endereço eletrônico independente (“mormonsandgays.org”) para um obviamente atrelado ao sistema oficial da Igreja (“mormonandgay.lds.org”).

Inclusive, uma parte do site (infelizmente não a primeira página) explica clara e explicitamente:

“Este site é uma publicação oficial d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias sobre atração pelo mesmo sexo. Ele é organizado em 3 categorias chaves:

Estórias

A seção de estórias explora relatos primários de membros da Igreja que sentem atração pelo mesmo sexo ou se identificam como gay, lésbica, ou bissexual. Porque nenhuma estória ocorre isoladamente, a seção de estórias também explora as experiências de familiares, amigos, e líderes.

Crenças

A seção de crenças delineia a doutrina oficial e os ensinamentos d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias sobre atração pelo mesmo sexo e explora conceitos e temas doutrinários relevantes.

Compreensão

A seção de compreensão estabelece uma compreensão básica de termos de vocabulário e conceitos chave. Estabelecendo uma familiaridade comum com esses conceitos, membros da Igreja podem melhor se preparar para conversas saudáveis sobre atração pelo mesmo sexo.”

A terceira mudança óbvia é o layout do site, que é muito mais profissional e moderno, com ênfase em vídeos ao invés de textos e ensaios, e um foco exagerado em imagens bonitas com alto valor de produção.

Além disso, há um foco maior em testemunhos, relatos e entrevistas com membros da Igreja, ao invés de pregações e discursos da liderança da Igreja.

E, finalmente, outra característica nova é a existência de uma seção de perguntas e respostas, onde encontram-se breves respostas às perguntas mais óbvias. Nessa seção, contudo, é onde as mudanças no site novo demonstram-se mais obviamente como cosméticas do que substantivas. A Igreja deixa claro que insistirá em discriminar contra seus membros LGBT:

  • A Igreja recusa-se a usar os termos gays e lésbicas ou homossexualidade para obrigar seus membros LGBT a  negarem sua orientação sexual e apenas admitir sentir atração homossexual, como se fingir não ser algo mudasse alguma coisa. Por isso insiste na expressão idiossincrática “atração pelo mesmo sexo” ao invés de universal “homossexualidade”.
  • A Igreja recusa-se a lidar com transgêneros publicamente, ignorando-os apenas porque “nem todos sentem atrações pelo mesmo sexo”, ou porque “a maioria” deles não deseja “mudar de gênero”.
  • A Igreja insistirá em regras de conduta sexual distintas para membros homossexuais, diferentes para membros heterossexuais. Espera-se de membros heterossexuais abstinência sexual absoluta antes do casamento e fidelidade durante, enquanto que de membros homossexuais espera-se o celibato.

As mensagens de “amar um ao outro”, de incentivar familiares a aceitar parentes homossexuais e trata-los com amor, de que não há curas para homossexualidade, de que homossexualidade não é uma maldição ou castigo espiritual e nada diz sobre o estado de espiritualidade do indivíduo, presente no site antigo, encontram-se repetidos e talvez mais explícitos no site novo. O que, certamente, é uma mudança positiva dentro de uma cultura mórmon acostumada a discriminar e perseguir seus membros homossexuais. Há ainda uma seção destinada para oferecer dicas para pais em como lidar com a descoberta de um filho homossexual e para jovens membros homossexuais em depressão ou contemplando suicídio. Infelizmente, o site não discute o fato dessas depressões ou ideações suicidas serem estimuladas pela discriminação que sofrem de sua Igreja e comunidade.

O novo site ainda não se encontra na língua portuguesa.

Um comentário sobre “Novo Site da Igreja SUD para Mórmons Gays

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s